Se dúvidas existissem, a chegada da rede 5G pode mudar profundamente o modo como vivemos num mundo conectado, com transformações muito mais significativas que a chegada da LTE. 5G significa não só maior velocidade de tráfego, mas também menor latência e mais ligações simultâneas possíveis, autorizando informações de navegação mais rápidas e sistemas muito mais avançados para veículos autónomos e equipamentos conectados no geral. Se têm dúvidas quanto ao que isto significa em termos de velocidades, o Samsung Galaxy S10 5G atingiu agora 2.6Gbps em testes de operadora.

Como é expectável, existem países muito mais à frente que Portugal em tarifários e estrutura para a rede 5G, incluindo a Coreia, pátria da Samsung onde a SK Telecom se aliou à Samsung para testar as velocidades da rede 5G, atingindo estes impressionantes 2.6Gbps, utilizando agregação entre redes 5G e 4G LTE, de modo a extrair o máximo da estrutura existente.

Entretanto, a taxa de transferência de dados exclusivamente em rede 5G atingiu os 1.5Gbps, o que é bastante significativo, já que significa uma velocidade amplamente superior ao que podemos ter numa rede 4G LTE hoje em dia. Estes valores não deixam, ainda assim, de fazer perceber o quanto existe ainda a melhorar nesta nova tecnologia para conseguirmos tirar o máximo proveito dela.

Pensemos que um vídeo de alta-resolução pode ser descarregado na íntegra em menos de dez segundos, sendo necessário percebermos simplesmente que os tarifários actualmente existentes para a rede de dados podem ser esgotados em igual período de tempo, quase inviabilizando a utilidade da rede para o utilizador comum. A SK Telecom estabelece para um filme de 2GB um download de 6 segundos, enquanto conteúdo VR de 10GB pode ser descarregado em 30 segundos. Ora quem tem hoje em dia sequer 10GB para o mês todo?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here