Não é totalmente correto que se diga que os Exynos há alguns anos que deixaram de estar em pé de igualdade com os Snapdragon. Os núcleos Mongoose conseguem ter uma performance impressionante, núcleo a núcleo, mas no global os Exynos parecem ficar aquém dos Snapdragon em performance bruta. E parece ter sido a conclusão da Samsung que terá dispensado toda a equipa de desenvolvimento responsável pelos Mongoose, efetivamente enterrando o projeto.

O mais recente Samsung Exynos 9825 utiliza precisamente núcleos Mongoose M4 de 4ª geração e, embora sejam poderosos, parecem continuar atrás do Snapdragon 855+ em termos de eficiência energética e potência multicore.

São más notícias para a equipa que trabalhava em Austin, Texas, desde 2010, mas não significa que a Samsung vá deixar de produzir chips Exynos. Envolvida em diversos litígios com a Qualcomm, numa relação de amor-ódio corporativo, a Samsung não vai querer perder a sua independência em termos de concepção e fabrico de systems on chip.

O passo será o estreitamento das relações com a ARM. O mais recente relatório neste sentido indica que o futuro Exynos 9830, que encontraremos no Galaxy S11, não terá já núcleos Mongoose, mas sim Cortex-A77 puros num cluster quádruplo.

Tal como o NotebookCheck nota, não são realmente conhecidas as razões pelas quais a Samsung deixou cair os Mongoose. Não são realmente maus núcleos e poderiam sempre ser aperfeiçoados. A Huawei é um excelente exemplo de uma marca que tem conseguido dar enormes saltos na evolução dos seus processadores, mas lá está: recorre essencialmente a núcleos puros, ao contrário da Qualcomm com os seus custom. A Samsung poderá ter considerado útil libertar recursos para outros projetos, utilizando núcleos inalterados que são claramente suficientemente bons.

1 COMENTÁRIO

  1. […] Apesar do que noticiamos anteriormente, não foi desta que a Samsung desistiu dos seus núcleos custom Mongoose. O Exynos 990 tem de facto dois, baseados nos novos cores Cortex A77, revelados em Maio com a arquitectura Valhall. Embora a hipótese de que a Samsung deixara cair os Mongoose se referisse ao Exynos 9830, parece neste momento pouco provável que a Samsung crie dois processadores de gama alta, e o mais provável é que o Exynos 9830 seja o 990 renomeado. […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here