Juntamente com os extraordinários Redmi Note 8 e Redmi Note 8 Pro, a Redmi anunciou ontem a muito aguardada Redmi TV, carregada de especificações de topo como tecnologia HDR10, DTS e Dolby Audio. Mas, com 70 polegadas de diagonal, a Redmi TV é simplesmente grande demais e um stunt de marketing.

Talvez eu tenha problemas com o tamanho da minha sala de estar, mas 55-60 polegadas é o mais razoável que consigo enfiar numa parede sem ter que ver os filmes com o pescoço a oscilar como se estivesse a assistir a um match no Estoril Open. Mesmo as televisões 4K me parecem no limite quando ultrapassam estas dimensões. E olhando para as salas da maioria das pessoas que conheço, 70 polegadas não são exactamente medidas que se encontrem no topo das prioridades ou nas capacidades físicas da maioria das casas.

Com 70 polegadas a Redmi TV é puro exibicionismo, quando com com 60 polegadas seria um exercício de relação preço-qualidade impressionante. Porque em especificações, a Redmi TV é suficientemente interessante para abrir os olhos: temos um ecrã 4K com ângulo de visão de 178º e certificação HDR. Há um altifalante separado com Dolby Atmos e DTS.

A conectividade inclui 3 portas HDMI, uma SPDIF e dois USB, além de WiFi 802.11 ac e Bluetooth 4.2. O telecomando, entretanto, possui um microfone embutido para controlar a televisão.

O funcionamento da Redmi TV adivinha-se ágil, graças a um Amlogic quad-core com 2GB de RAM e 16GB de armazenamento interno.

O preço será, finalmente, um dos seus grandes argumentos. A Redmi TV tem para já um preço de aproximadamente €500, o que é extremamente atraente, mas não há confirmação de que chegue à Europa, e este não é o tipo de pacote que muitos queiram receber do AliExpress.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here