Com o Sony Xperia 1 II, a Sony foi finalmente arrojada nas câmaras dos seus smartphones, apostando em trazer para o mundo mobile as grandes inovações e características das suas câmaras Alpha. A marca mostra-nos agora alguns dos detalhes destas excelentes câmaras que são as suas primeiras com o branding da ZEISS.

Atenção: não vão encontrar câmaras de ultragrande resolução, como os maquinões de 64MP ou 108MP de alguma da concorrência. A Sony foi, aqui, conservadora, recorrendo a uma câmara principal de 12MP, mas com um enorme sensor de 1/1.7 polegadas de elevada sensibilidade à luz, o que permitirá capturar imagens muito melhores em baixa luminosidade. 

Este sensor tem outra vantagem, no facto de poder ser lido por completo em 10 milissegundos, enquanto um sensor de 108MP necessita de 32ms, ou então 100ms para uma imagem de resolução completa, fora o tempo extra que o ISP demora a fazer o processamento. Como o sensor do Xperia é tão rápido, a marca diz-nos que conseguimos 20fps com autofoco ativo, algo mais expectável numa câmara profissional de desporto. O processador BIONZ X é, inclusivamente, capaz de galopantes 60 cálculos de foco por segundo.

O foco é tão impressionante, que a Sony alargou o seu foco ocular para também reconhecer olhos de animais e garantir o foco perfeito. Ao todo, o Xperia possui um total de 247 pontos de foco, cobrindo 70% do sensor, e um sensor ToF auxilia a obtenção do foco ainda mais rápido, e com mapeamento de 43,200 pontos para um mapa 3D mais detalhado.

As câmaras ultragrande angular e de zoom também podem chegar a 10fps, graças a 30 cálculos de foco por segundo.

E ainda temos uma app “pro”, na forma da Photography Pro que em boa parte lembra os ecrãs das Alpha para ser mais intuitivo.

É curioso que a Sony tenha escolhido três câmaras que são muito bem conhecidas entre os fotógrafos aficionados. Assim, temos uma câmara ultragrande angular com distância focal de 16mm, uma com distância focal de 24mm que será a principal, enquanto a câmara zoom tem distância focal de 70mm. As objetivas 24-70mm são francamente das mais polivalentes para muitos profissionais e as duas câmaras principal e zoom caem precisamente neste intervalo. Entretanto, com zoom digital, a câmara de 70mm equivale efetivamente a uma objetiva de 70-200mm, um tipo de objetiva perfeitamente conhecido de fotógrafos de eventos. Finalmente, conjugar as câmaras permite utilizar a ultragrande angular como uma zoom 16-35mm.

Como os sensores têm o mesmo número de pixéis, esta implementação extremamente familiar para os fotógrafos tem poucos truques e é bastante genuína, sendo boa analogia com uma câmara de lentes intermutáveis.

O problema é que o Sony Xperia 1 II ainda não foi lançado, mas estes dados são francamente promissores para todos os aficionados de fotografia, e só podemos esperar que o confinamento acabe depressa.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here