De uma marca esotérica disponível online, a um nome de culto importado por revendedores entusiastas da tecnologia com vontade combater o status quo, a quarto maior nome no mercado dos smartphones: o percurso da Xiaomi é impressionante e não deve ficar por aqui.

O mercado da Xiaomi está de facto a mudar: metade dos seus lucros é agora proveniente outros mercados que não o Chinês, mostrando que a marca está no caminho certo na sua política de expansão para múltiplos países, com presença em lojas físicas que privilegiam a experiência do utilizador.

Ser a quarta maior marca de smartphones na Europa Ocidental é o resultado de uma astronómica rampa de crescimento de 90% em 2019, face a 2018. Contudo, o site ITHome aponta para o facto da Xiaomi ser já uma marca de grande reconhecimento de mercado noutros segmentos. Por exemplo, as scooters da Xiaomi representam 17% do mercado Europeu, e a marca é já a segunda maior no mercado dos wearables.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here