O que é que acontece quando juntam excelentes equipamentos, a preços competitivos e um marketing aguerrido? A Xiaomi está a descobrir o resultado da sua estratégia de presença no mercado Europeu, tornando-se já o quarto maior nome em volume de vendas no velho continente.

A escalada da Xiaomi em cerca de 2 anos é impressionante, atingindo uma quota de mercado de 10%, atrás de Samsung, Apple e Huawei, ultrapassando nomes mais estabelecidos e tirando proveito de alguma perda de vapor no portefólio da Nokia, ou dos problemas da Huawei com os Google GMS.

A subida é tão mais impressionante quanto sabemos que o mercado mobile está em franco declínio devido à pandemia COVID-19. Aqui, a Xiaomi tem conseguido equilibrar a sua estratégia presencial com a sua consagrada distribuição online para se mostrar mais robusta à crise do que as suas concorrentes mais diretas.

Xiaomi Mi Note 10 Lite oficial com muito hardware a baixo preço

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here