A Xiaomi já saiu da lista negra do Departamento de Defesa Norte-Americano, uma lista onde nunca deveria ter entrado sequer. Esta reposição do bom nome da marca chega na sequência da ordem emitida ontem pelo tribunal distrital de Columbia, EUA.

O tribunal é particularmente duro para a Administração Trump e a sua inclusão da Xiaomi numa lista negra, chamando a esta decisão “arbitrária”. A remoção da Xiaomi desta lista negra permite à companhia retomar a todo o vapor a sua atividade económica nos EUA, incluindo obter financiamento por parte de investidores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here