Depois de muito se falar do Snapdragon 670 e de como este SoC não veria a luz do dia com este nome, sendo antes baptizado de Snapdragon 710, eis que a Qualcomm, totalmente sem aviso, oficializa enfim o Snapdragon 670. Porquê a timidez, Qualcomm?

Snapdragon 710 e Snapdragon 670 são dois chips extremamente difíceis de distinguir. Tal como o seu irmão mais potente, o Snapdragon 670 possui os mesmo oito núcleos Kryo 360 e é fabricado no mesmo processo de 10nm, incluindo igualmente o mesmo Hexagon 685 DSP e o Spectra 250 ISP.

No entanto existem diferenças: o Snapdragon 670 oferece uma Adreno 615, em vez da 616 do 710 e o modem foi trocado para um X12 LTE com velocidade downstream máxima de 600Mbps. Entretanto, os núcleos têm uma frequência máxima ligeiramente inferior de 2.0GHz.

Tudo somado, podemos esperar uma performance muito semelhante entre o Snapdragon 670 e o Snapdragon 710. Do modo como o fabrico deste tipo de componentes é feito, o Snapdragon 670 poderá ser essencialmente montado a partir dos núcleos Kryo que não passaram os testes de performance máxima. O grande senão será mesmo a velocidade de download mais lenta, para aqueles a quem esse factor importar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here