O tricampeão de Fórmula 1, o austríaco Niki Lauda, morreu esta segunda feira aos 70 anos. A morte foi anunciada pelo jornal Die Presse, tendo sido revelada pela própria família.

O histórico piloto de Fórmula 1, campeão mundial em 1975, 1977 e 1984, tinha sido submetido a um transplante de pulmão no verão passado. Já este ano, logo no começo de 2019, Niki Lauda terá sido internado devido a uma pneumonia, sendo que agora terão sido complicações renais a serem fatais para o piloto austríaco.

“É com profundo pesar que anunciamos que nosso querido Niki morreu de forma pacífica ao lado dos seus familiares. As suas conquistas únicas como atleta e empreendedor são e continuarão inesquecíveis, o seu incansável entusiasmo pela ação, a sua franqueza e a sua coragem permanecerão como um modelo e uma referência para todos nós. Ele era um marido, pai e avô amoroso e carinhoso longe do público e sentiremos a sua falta”, segundo a família de Niki Lauda.

Actualmente, Niki Lauda ocupava o cargo de presidente não executivo da Mercedes AMG Petronas, cargo que aceitou em 2012, isto depois de ter estado de fora cerca de 10 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here