O gaming budget está na moda, e compreendemos porquê: com os eSports em alta e cada vez mais praticantes, o acesso a laptops para gaming continua a custar caro. É por isso que não só é interessante o lançamento de uma nova família HP Pavilion destinada ao gaming, como o resultado final é até extremamente interessante.

Como os Dell G mostraram, é possível criar equipamentos gaming competitivos e acessíveis se usarmos alguma discrição e abdicarmos do que não é absolutamente necessário. No caso dos HP Pavilion, o gamer terá que conviver com um teclado que não tem zonas RGB programáveis, nem o luxo de apêndices dos Omen. Em vez disso, temos de viver com retroiluminação azul, branca ou verde (esta última, um must).

Ainda assim, os HP Pavilion Gaming, com a ventilação angulosa e linhas agressivas trapezoidais, possuem um fantástico look gaming e identidade vincada.

Aqui, um aceno ao irrepreensível do design da HP, que não se esqueceu dos pormenores práticos, como a base de alumínio para o teclado ser mais sólido e menos propenso a abater durante gaming intenso. Entretanto, os ecrãs de 15.6 polegadas possuem rebordos mínimos para criar um portátil relativamente compacto num segmento que pouco se presta a isso.

Em termos de hardware, a HP parece focar-se no armazenamento, já que no modelo base a drive HDD de 1TB chega com 7200rpm e é coadjuvada por 16GB de memória Intel Optane, enquanto podemos também obter uma configuração mista de 1TB a 5,400rpm com uma drive SSD de 128GB para o sistema.

Chegados aos chips, os Pavilion começam com opção de Core i5-8300H até Core i5-8750H sempre com 8GB de RAM mínima.

No caso das gráficas, os HP Pavilion começam algo abaixo do que esperávamos, com a opção base a ser a razoável AMD Radeon 560X, com a Nvidia GeForce GTX 1050 Ti a estar disponível nas configurações mais elevadas. Neste ponto, a HP oferece a possibilidade de trocarmos o ecrã de 60Hz por um de 122Hz, muito mais agradável para a vista em termos de fluidez de gráficos, se bem que à custa da drive extra SSD. Finalmente, podemos também optar por um ecrã 4K.

Com preços que começarão abaixo dos €800, os novos HP Pavilion Gaming oferecem hardware razoável com implementações gaming inteligentes para optimizar o hardware oferecido. O foco da HP foi claramente no design e na capacidade de armazenamento muito interessante para quem aceita compromissos nos grafismos em troca de uma biblioteca de jogos mais extensa.

Para polivalência, esta pode ter sido a melhor decisão possível.

Os novos HP Pavilion Gaming chegam em Maio.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA