Com esta extensão, os primeiros dispositivos Nokia lançados com Android em 2017 receberão não dois, mas três anos de suporte em atualizações de segurança, excedendo o inicialmente prometido.

Com a promessa de duas atualizações de sistema operativo e dois anos de atualizações de segurança, a HMD Global já subia acima de muitos concorrentes, mostrando o seu foco no suporte e durabilidade dos seus equipamentos. No entanto, num compromisso cada vez mais claro com os seus utilizadores, um terceiro ano de atualizações significa que os equipamentos em circulação continuarão seguros e úteis por mais tempo. A promessa de 3 anos de atualizações também coloca estes equipamentos mais antigos em pé de igualdade com os Android One lançados posteriormente.

As atualizações serão trimestrais e começarão em Outubro de 2019, até Outubro de 2020, englobando os Nokia 3, Nokia 5, Nokia 6 e Nokia 8. O Nokia 2, no entanto, receberá a sua última atualização em Novembro de 2019.

A durabilidade e a segurança do seu smartphone são dois pontos cada vez mais importantes para os consumidores. Muitas vezes as marcas têm dificuldades a cumprir as suas promessas neste campo e mais raro é encontrar uma marca que ofereça algo mais do que o inicialmente prometido.

A HMD corre aqui um risco em nome deste compromisso. Na verdade um risco duplo, já que por um lado arrisca que os utilizadores se agarrem ao seu dispositivo por mais tempo, em vez de comprarem novo, mas também consome mais recursos à medida que o seu portefólio aumenta.

Por outro lado, a HMD Global pode ganhar a lealdade dos seus utilizadores, um valor que existe muito pouco no mundo Android, onde a variedade de ofertas significa facilidade em mudar de marca todos os anos.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here