Bem colocado entre a performance excepcional do Snapdragon 845 e a polivalência do Snapdragon 660, o Snapdragon 710 parece marcado para ser um grande sucesso da Qualcomm, graças ao anúncio em catadupa de dispositivos com este novo chip, algo que não aconteceu com o Snapdragon 660. Quem não está disposta a ficar parada é a Huawei, que há muito necessita de um processador de gama média Premium que ofereça competitividade com o novo Snapdragon em termos de potência, eficiência, e funcionalidades.

No entanto, a Huawei parece estar a preparar-se para ser algo conservadora nos seus avanços, e poderá apenas recorrer a uma modernização do seu pilar da gama média, o Kirin 659, mas fabricado agora numa litografia intermédia de 12nm.

O chip receberá, no entanto, um processador neural para incrementar as suas capacidades em termos de inteligência artificial, e deverá ainda assim oferecer uma grande vantagem em termos de performance, face à geração anterior.

Não existem de momento mais detalhes sobre o suposto Kirin 710 cuja existência ainda não se encontra confirmada. No entanto, tal como a Qualcomm rebaptizou o Snapdragon 670 como 710, o Kirin 710 poderá ser aquele chip muito falado e que nunca viu a luz do dia, mas que foi sendo conhecido como Kirin 670. Aguardava-se este novo chip desde o início do ano, mas até agora nada de concreto surgiu.

À segunda é de vez, e o Kirin 710 poderá surgir finalmente já no próximo vez, para um lançamento no Nova 3 ou no futuro Huawei Mate 20 Lite.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here