A Huawei oficializou hoje a sua nova família de flagships, composta pelos Huawei P20 e Huawei P20 Pro, equipamentos bastante completos que incluem algumas das melhores tendências que a Huawei soube encabeçar nos últimos anos, com grande destaque para as câmaras Leica que têm conquistado cada vez mais fãs no mundo mobile.

Huawei P20

Nesta fase do campeonato, já pouco havia para descobrir no Huawei P20. Este equipamento foi alvo de diversas fugas de informação e configura-se como o modelo base desta família, com um enorme e apreciável equilíbrio de características e design.

Não resta aqui absolutamente nada do design mais complexo do Huawei P10 de 2017, a Huawei optando por uma linguagem mais simples e minimalista pontuada por curvas suaves e continuidade de componentes. A construção é em metal e vidro, com protecção IP53 contra poeira e salpicos. Dois detalhes destacam-se no entanto:

À frente, o ecrã de 5.8 polegadas, LCD com resolução FHD+ 2244 x 1080 pixéis, possui rebordos mínimos, com um notch no topo, para alojar os sensores frontais, auscultador e câmara frontal.

Atrás, a parelha de câmaras de 12MP + 20MP relocaliza-se para a vertical, num estilo que parece ser familiar para 2018. A destacar aqui que a câmara de 12MP inclui uma abertura de f/1.6 e estabilização óptica de imagem. Trata-se de um sensor com grandes pixéis, 1,55 micrómetros, que garantirá maior captação de luz em condições de baixa luminosidade. A câmara de 20MP é monocromática, como no Mate 10, e também inclui abertura f/1.6.

A destacar aqui, para lá destes predicados, os dois orifícios logo abaixo das câmaras estão lá porque o Huawei P20 chega com foco quádruplo: acrescentando ao PDFA e contraste dos sensores, encontramos ainda foco por laser e detecção de profundidade. Com isso, o Huawei P20 deve conseguir obter imagens bastante interessantes do ponto de vista do desfoque do plano de fundo.

Ainda no departamento das câmaras, a câmara selfie é agora de 24MP com f/2.0 e mantém os efeitos de retrato do Mate 10, enquanto servirá igualmente para desbloqueamento por reconhecimento facial.

Falemos por um momento do que já sabíamos: o Huawei P20 chega equipado com o mesmo octa-core Kirin 970 do Huawei Mate 10. O chip é acompanhado de 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno. Entretanto, relembro que o Kirin 970 inclui uma NPU para reconhecimento de imagens, que auxilia as câmaras no reconhecimento de cenas.

Curiosamente, apesar do notch poder ser defensável, a Huawei inclui em ambos os dispositivos uma opção para escurecer o topo do ecrã e disfarçar o notch.

Finalmente, a bateria será de 3,400mAh. O Huawei P20 estará ainda disponível em Preto, Midnight Blue, Pink Gold, Champagne Gold e Twilight, com um gradiente de cor.

Huawei P20 Pro

A versão maior do do P20, o Huawei P20 Pro apresenta o design geral do Huawei P20 mas acrescenta-lhe inúmeras novidades. O ecrã, desde logo é algo maior, com 6.1 polegadas e rácio 18.7:9, pelo que também inclui o notch que aloja os sensores frontais, auscultador e câmara frontal. A principal diferença é tratar-se aqui de um painel OLED.

Ora, o Huawei P20 Pro pode à primeira vista parecer um Huawei P20 simplesmente maior e, muitas vezes, as versões Pro possuem apenas mais memória ou outra característica melhorada. O Huawei P20 Pro, no entanto, apresenta melhorias significativas.

A mais óbvia é mesmo a terceira câmara. Se bem que as câmaras de 12MP + 20MP do Huawei P20 sejam muito interessantes, as do Pro são radicalmente diferentes. Mantém-se aqui apenas a câmara monocromática de 20MP, enquanto a RGB passa para uns estonteantes 40MP, com abertura f/1.8 e estabilização óptica de imagem. É esta câmara que ocupa o módulo duplo, partilhando-o com a câmara de 8MP que permite um zoom híbrido de 5X (zoom óptico 3X).

Diga-se de passagem que a Huawei conseguiu sacar de algumas características extremamente surpreendentes nestas câmaras, como foco instantâneo a menos de 3 metros e ISO de 102,400, um factor fundamental para obtermos elevada qualidade no vídeo de velocidade super-lenta [email protected] Embora o Huawei P20 Pro não seja o primeiro a chegar com esta característica, o elevado ISO garante pelo menos que o vídeo conseguirá ser melhor captado em qualquer condição luminosa: 960fps têm como resultado uma captura de luz muito deficitária, necessitando por isso do incremento do sinal do sensor para o vídeo não ficar escuro.

Depois, obtemos ainda mais RAM, que passa para 6GB e o armazenamento também sobe para os 128GB. Já que estamos numa de subida, a bateria passa para os mesmos 4000mAh da família Mate, e o corpo passa a estar protegido por uma certificação IP67.

Preços e disponibilidade

O Huawei P20 e o Huawei P20 Pro estão disponíveis desde já nos principais retalhistas. O preço em Portugal é de €699.99 para o Huawei P20, enquanto o Huawei P20 Pro começa nos €899.99.

 

Expectativas

Com os novos Huawei P20 e Huawei P20 Pro, a Huawei tem os flagships mais diferenciados de sempre nesta família. Clarificando: geralmente pode ser difícil escolher entre uma versão normal e uma versão Pro/Plus. A Huawei torna-nos a escolha mais fácil, já que as câmaras do Huawei P20 serão certamente impecáveis, mas as do Huawei P20 Pro têm tudo para ser extraordinárias, sendo este o smartphone a escolher por quem é verdadeiramente aficionado da fotografia. Neste momento, o Huawei P20 Pro está claramente no topo dos smartphones “foto cêntricos”, com funcionalidades interessantes que mais nenhum concorrente possui.

Existem no entanto, algumas ressalvas que a Huawei terá que vender bem: o notch não é consensual, mas a minha convicção é que o mercado irá querer esta característica. Já a ausência do jack áudio continua a ser uma preferência das marcas e pode custar mais a engolir.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here