Sim, há vida sem os Google Mobile Services e a Huawei tem lutado uma batalha com sucesso em duas frentes: por um lado, a marca tem trabalhado para desenvolver a sua AppGallery e possui mesmo já uma equipa dedicada a colocar na sua loja de aplicações as apps mais usadas em Portugal. Por outro lado, continua a debitar novos equipamentos atraentes para conquistar os seus seguidores em todos os segmentos de preço. Os dois mais recentes foram hoje revelados na Roménia, na forma dos muito baratos Huawei Y6p e Y5p, ambos com preços abaixo dos €200 ao câmbio atual.

A família Huawei Y não tem a tecnologia de topo dos Huawei P, nem a elegância dos Huawei Nova. Os Huawei Y são cavalos de batalha para quem quer um smartphone prático e frugal, e isso não muda com os novos equipamentos.

Ambos apostam no Mediatek Helio P22, um chip que se estreou precisamente em Maio de 2018 e apresenta uma arquitectura octa-core com 8 núcleos Cortex-A53 a 2.0GHz, e é fabricado num processo de litografia de 12nm, com o que muito eficiente do ponto de vista energético. É certo que tem dois anos, mas na gama baixa a vida dos processadores é mais longa e o P22 está perfeitamente à vontade para rivalizar com o Snapdragon 450 que se encontra em alguns concorrentes, e que tem ainda mais idade.

No caso do Huawei Y6p, o Helio P22 será munido de 3GB de RAM e 64GB de armazenamento interno, e terá ao seu dispor uma grande bateria de 5000mAh. A bateria vai carregar muito lentamente via a porta micro-USB, mas não se pode ter tudo.

O ecrã oferecido tem 6.3 polegadas com resolução HD+ e inclui uma câmara selfie de 8MP num notch em gota de água. Atrás, dominando o painel de acabamento com reflexos ondulados, encontramos uma câmara de 13MP, uma ultragrande angular de 5MP e um sensor de profundidade de 2MP. A marca não deixa de fora o leitor biométrico.

O Huawei Y5p, por outro lado, é substancialmente mais modesto. As dimensões são aproximadas, mas o ecrã desce para as 5.45 polegadas em virtude de rebordos acentuados. Não é um painel IPS como no caso do Y6p, mas um TFT, pelo que não gozaremos dos mesmos ângulos de visão.

A memória vê-se reduzida para 2GB de RAM e 32GB de armazenamento interno, e a bateria possui 3020mAh de capacidade.

Não deixem que o módulo fotográfico quadrado vos engane. É apenas trompe l’oeil, camuflagem: o Y5p possui apenas uma câmara principal de 8MP, potencialmente uma segunda para profundidade, que se junta a uma selfie de 5MP.

Último destaque, contamos com a EMUI 10.1 com Android 10. Como sabemos, os serviços Google não estão a bordo, mas as alternativas são bastantes e muitos dos serviços principais podem ser instalados de qualquer modo.

Bom, olhem: a ribalta aponta-nos para cima, mas no final do dia são estes os equipamentos ao alcance do bolso da maioria e a Huawei faz um trabalho muito razoável de oferecer equipamentos funcionais a preços atraentes. Venham eles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here