Com uma data de lançamento marcada para 20 de Fevereiro, o Xiaomi Mi 9 não tem que continuar a esconder os seus segredos e é o próprio Lei Jun quem agora nos mostra uma grande quantidade de renders oficiais para o futuro topo de gama da Xiaomi.

O ecrã fica de fora destes renders, talvez porque com um notch em “v” não haja nada de particularmente distinto para mostrar. Na face traseira, as coisas são diferentes, e claramente o ponto principal será um acabamento capaz de reflectir diferentes cores conforme a incidência do dispositivo. Com o design de certo modo estagnado na maioria dos smartphones actuais, a cor é certamente uma das principais armas das marcas para se distinguirem da concorrência.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para conseguir este acabamento, explica Lei Jun que a Xiaomi recorrer a um processo de holografia microscópica por laser que permite à superfície reflectir de modo diferente conforme a incidência da luz. O design propriamente dito não é esteticamente inovador, com um módulo de três câmaras dispostas verticalmente no canto superior esquerdo, onde será sempre fácil apanharem um dedo à frente da foto, com o flash logo abaixo. A traseira é impecavelmente limpa, deslocado que está o leitor biométrico para o ecrã, sendo de notar que o painel de vidro traseiro abraça as laterais. Detalhe importante, existem três teclas físicas, sendo que uma controlará um assistente virtual e espero que seja programável, para não termos que ver no mercado mais um smartphone com uma tecla dedicada a um assistente virtual que não utilizaremos.

Das câmaras, espera-se uma principal de 48MP, uma de 12MP e finalmente um sensor ToF. Sem surpresas, o jack áudio não parece estar presente. O Xiaomi Mi 9 deverá lançar-se com o Snapdragon 855, 6GB de RAM, 128GB de armazenamento interno e pensa-se que a bateria de 3500mAh terá carregamento rápido de 27W.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here