O Verão já vai no seu esticão final, mas agora é que as coisas estão a aquecer no mundo da informática. E, bem disposta a aumentar a pressão na concorrência, a Lenovo oficializa agora um conjunto de portáteis com um fantástico foco nos ecrãs OLED e na ultraportabilidade, uma resposta muito forte ao “novo normal” dos regimes de trabalho híbridos e teletrabalho, onde potência e ultraportabilidade são chave. Os novos portáteis são também dos primeiros a chegar ao mercado com todo o poder do Windows 11 e, no caso do IdeaPad Duet 5 Chromebook temos mesmo o primeiro Chromebook a chegar ao mercado com um OLED.

Comecemos por aqui?

IdeaPad Duet 5 Chromebook – Criatividade ultraportátil

Consideram os Chromebooks interessantes? Provavelmente não. Ainda assim, o Lenovo IdeaPad Duet 5 Chromebook de 13 polegadas dá um grande passo em direção em tornar estes equipamentos mais atraentes ao oferecer um ecrã OLED que será o primeiro a chegar ao mercado num Chromebook, combinando qualidade de imagem com performance, autonomia e ultraportabilidade, já que o tablet em si mesmo pesa apenas 700g.

Com o seu painel fabricado pela Samsung, o IdeaPad Duet 5 Chromebook coloca-nos à frente dos olhos uma qualidade de imagem sem precedentes neste tipo de portáteis, com excelentes contrastes por comparação a um LCD e capaz de cobrir 100% do espaço de cor DCI-P3, importante para quem gosta das suas cores fortes e do seu multimédia garrido. O painel OLED é também mais saudável que um tradicional LCD, emitindo menos luz azul nociva e, como tal, recebe certificações Eyesafe Display d TÜV Rheinland e Eye Care Display da SGS. Para completar o multimédia, temos ainda quatro altifalantes.

Se a maior atração dos Chromebooks é mesmo o sistema operativo e o acesso fácil a aplicações, incluindo as da Google, o hardware é uma parte importantíssima das suas prestações, e o IdeaPad Duet 5 inclui o mais recente Snapdragon 7c Gen2 com até 8GB LPDDR4x de RAM e 256GB de memória eMMC.

Com este processador, a Lenovo está a indicar uma autonomia de até 15H para a sua bateria de 42WHr, o que é um valor bastante apreciável, facilitando a utilização do Duet em qualquer envolvente e circunstância.

Yoga Slim 7 Carbon – Resistência ultraleve

O tema dos ecrãs OLED é transversal aos lançamentos da Lenovo este ano. É o caso do Yoga Slim 7 Carbon, que retoma a construção extremamente compacta e ultraleve mas resistente, graças à utilização de fibra de carbono, oferecendo uma excecional relação entre resistência e portabilidade. A Lenovo usou algumas ideias muito interessantes neste equipamento para aumentar a sua funcionalidade, sendo inteligente no sistema de refrigeração que utiliza os altifalantes como pontos extra de entrada e circulação de ar para aumentar a eficiência da dissipação de calor, sempre um desafio em equipamentos ultraportáteis.

Tal como no caso do Lenovo IdeaPad Duet 5 Chromebook, o Yoga Slim 7 Carbon aposta nos ecrãs OLED da Samsung de última geração, oferecendo um painel impressionante com 14″ e resolução QHD+ que oferece Dolby Vision, VESA Display HDR TrueBlack 500 e uma calibração de fábrica de Delta E <2, o que aponta para cores muito exatas e de acordo com os padrões profissionais. Curiosamente, a Lenovo oferece-nos um ecrã de vidro com opção por um com Gorilla Glass para resistência adicional. O fundamental aqui é que quem vive e respira imagem, tem aqui um computador com excelente qualidade de visualização, com uma relação potência/portabilidade impressionantes.

Afinal, com um peso que começa no 1Kg, contamos com uma configuração máxima que inclui um AMD Ryzen 75800U com uma NVIDIA GeForce MX450, 16GB de RAM e 1TB SSD PCIe M.2.

Uma bateria de 61WHr deverá dar para até 14.5 horas de autonomia, um valor muito respeitável que pode ser ajustado a gosto via Lenovo Q-Control, onde poderemos manualmente controlar as definições da ventoinha para um modo de funcionamento mais silencioso, ou ativar a Extreme Performance para dar tudo quando necessitamos, isto em acréscimo ao ajuste automático via inteligência artificial que permite ao portátil adaptar-se a cada momento de utilização para tirar o máximo proveito da bateria.

A novidade do Carbon é também o Windows 11. Este é um dos primeiros portáteis oficializados com o Windows 11 a chegar de fábrica.

Yoga Slim 7 Pro – Performance extrema, portabilidade impressionante

Chegamos assim ao terceiro portátil desta leva da Lenovo. Também aqui contamos com Windows 11 e um ecrã OLED de última geração, mas desta feita o Yoga Slim 7 Pro é o portátil para quem quer ainda mais potência e capacidade de processamento, ao invés de ultraportabilidade. Por isso mesmo, o Yoga Slim 7 Pro tem um hardware simplesmente bem mais capaz que o Carbon, com destaque para a NVIDIA GeForce RTX 3050, uma gráfica que já nos deixará muito mais à vontade para trabalhos gráficos mais importantes ou simplesmente gaming.

A par com a gráfica significativamente mais potente, temos também um AMD Ryzen 7 5800H de maior voltagem e capacidade para verdadeiras cargas de trabalho mais intensas. 16GB de RAM DDR4 e 1TB PCIe M.2, completam a equipa. A TDP para o Yoga Slim 7 Pro é de 80W e a bateria disponível é de 75WHr, para uma autonomia perspetivada de de 12.5 horas máximas, e carregamento rápido Rapid Charge Boost

Ora, com 2.1Kg, o Yoga Slim 7 Pro parece substancialmente mais pesado que o Yoga Slim Carbon. De facto é-o, mas quando pensarmos que, a par com o hardware, estamos a falar de um portátil de 16 polegadas, percebemos que a relação peso/potência do Slim 7 Pro é nada menos do que impressionante. Aqui temos, um painel IPS de 16 polegadas, com proporções 16:10, Dolby Vision, VESA DisplayHDR 400, e um máximo de 500 nits de brilho. Há ainda opção por um painel de 120Hz.

Com estas especificações, o Lenovo Yoga Slim 7 Pro é uma potente estação de trabalho para profissionais e criadores de conteúdos em mobilidade neste novo normal de estilos de trabalho híbridos A sua combinação entre hardware potente e peso muito modesto – relembramos que são apenas 2.1Kg – é impressionante por comparação a uma workstation clássica.

Preços e disponibilidade

Os Lenovo Yoga Slim 7 Pro, Yoga Slim 7 Carbon e Yoga Duet 5 Chromebook chegam ao mercado Europeu em Outubro e Novembro. Se o último dos três aposta no ChromeOS, os dois primeiros têm a jogar o seu favor a chegada com o novo sistema operativo Windows 11. Sem instalações, sem preocupações, sem atualizações. Prontos para o futuro mal same da caixa.

O Lenovo Yoga Duet 5 Chromebook estará disponível já em Outubro com um preço de referência de €499. Também o Lenovo Yoga Slim 7 Carbon chega em Outubro, com um preço indicativo de €1199.

Finalmente, em Novembro teremos a disponibilidade do potente Yoga Slim 7 Pro, com um preço indicativo de €1299.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here