Com o ecrã para dentro, com o ecrã para fora, dobrados na vertical, ou na horizontal. O mundo dos smartphones dobráveis, desdobráveis ou flexíveis – como lhes queiramos chamar – ainda está cheio de aventuras e testes ao que será a melhor abordagem para esta nova tecnologia. Com a Motorola preparada para lançar um foldable ainda este ano, a Lenovo tomou uma abordagem semelhante à dobra vertical do futuro RAZR, mas com uma particularidade: um ecrã secundário que se dobra a partir da face traseira.

À frente, o Lenovo terá um ecrã flexível extremamente longo, sobreposto a uma dobradiça com diversas vértebras e parece que este ecrã flexível foi pensado para ser dobrado apenas para dentro, o que faz sentido, tendo em conta o raio da curvatura da dobradiça. No entanto, atrás encontramos um ecrã que parece ser do formato rígido, protegido por vidro.

Graças à dobradiça, este ecrã pode ser passado para a parte da frente do dispositivo, servindo de espécie de protector ao ecrã principal, enquanto mostrará as principais apps ou notificações. A abordagem é interessante face à indecisão de muitos fabricantes entre dobrarem o ecrã flexível para o exterior, ou para o interior, colocando um ecrã extra numa das faces para podermos utilizar o smartphone em condições clássicas, sendo o Samsung Galaxy Fold um exemplo desta abordagem.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O que pensam deste desenho? Prático?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here