A CES 2019 tem sido um palco fértil de anúncios, a nível mobile sim, mas ainda mais no campo dos computadores e electrodomésticos. Como um dos grandes nomes no fabrico de computadores, a Lenovo não perdeu o certame e fez diversos anúncios, sendo que alguns se destacam, como o caso do Lenovo Yoga S940, um Yoga não como os outros, já que introduz um número sem par de implementações que vão mudar o quotidiano do utilizador, desde o assistência inteligente ao rastreio do movimento ocular!

Porquanto o design seja de importância incrível no Lenovo Yoga S940 (que inclui um ecrã com 90% de ecrã activo e vidro arredondado ao estilo mobile), é na funcionalidade que o Yoga brilha, mostrando-se como muito mais do que um computador polivalente, mas tradicionalista. O S940 introduz aquilo que a Lenovo baptizou de Smart Assist, um conjunto de ferramentas que querem perceber o que o utilizador necessita e fazê-lo por ele, facilitando-lhe a vida.

Por exemplo, o Lenovo Yoga S940 inclui uma nova tecnologia de rastreio ocular da Mirametrix, que não quer permitir ao utilizador controlar o ecrã com os olhos, mas antes criar um set de respostas rápidas. Ou seja, se o sistema deixa de detectar a face do utilizador, bloqueia o ecrã até ao seu regresso, mas se tivermos um segundo ecrã ligado e desviarmos para lá o olhar, o sistema da Mirametrix instantaneamente desloca para lá o cursor. É algo que eu poderia apreciar bem, já que trabalho com um monitor acima do portátil e uma segunda estação ao lado.

Mas o Yoga S940 também filtrará ruído ambiente, e poderá ser treinado para reconhecer a voz do utilizador ou activará a economia de bateria sempre que detectar que o utilizador não está a solicitar todos os recursos disponíveis. A ideia é facilitar a vida enormemente a trabalhadores modernos, incluindo profissionais liberais, que utilizam o computador para lazer e para trabalho, fora do setting normal de um escritório clássico, permitindo-lhes alternar rapidamente entre ferramentas.

Em termos de hardware, o que é que recebemos? Bem, a Lenovo oferece-nos um ecrã IPS Countour Glass FHD ou UHD com HDR400 de elevado brilho e processadores Intel Core de oitava geração, até 16GB De RAN e um máximo de 1TB de armazenamento PCIe SSD, duas portas Thunderbolt 3, uma USB-C 3.1 e câmara IR para o Windows Hello. Em termos de gráficos, esta não é mesmo a aposta do dispositivo, mais vocacionado para trabalho não-gráfico, com uma Intel UHD 620. A bateria tem uma autonomia até 15 horas, mas no caso do ecrã 4K a autonomia cai para as 9.5 horas, por isso escolham sensatamente.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here