A tecnologia 5G e os smartphones dobráveis estão na onda do dia e a LG não quis ser a marca que fica para trás, subindo ao palco do MWC para anunciar de rajada três smartphones, incluindo o seu primeiro equipamento 5G, na forma do LG V50 ThinQ 5G. Mas a LG também revelou os novos LG G8 ThinQ e LG G8s ThinQ que trazem alguns truques na manga.

Em muitos pontos, o LG V50 ThinQ 5G é uma evolução do LG V40 ThinQ, mostrando que a LG tem confiança na fórmula desse dispositivo lançado em Outubro, portanto há menos de meio ano.

Mas a chegada da tecnologia 5G impõe a sua vontade e o V40 era obviamente o equipamento de eleição para encaixar os extras necessários, nomeadamente o Snapdragon 855 com modem X50 e uma bateria superior, com 4000mAh.

De resto, o hardware do V40 ainda vale e o V50 ThinQ 5G mantém o ecrã POLED de 6.4 polegadas e resolução QHD+ com câmara frontal de 8MP alojada num notch juntamente com uma de 5MP.

Entretanto, também as câmaras principais se mantêm as mesmas, com um trio constituído por uma unidade de 12MP f/1.5, uma tele 12MP f/2.4 é uma ultragrande angular de 16MP f/1.9.

Um dos pontos mais interessantes do LG V50 ThinQ 5G é que a LG revelou de facto o ecrã secundário de que os rumores já davam conta, permitindo acrescentar um ecrã FHD de 6.2 polegadas ao LG V50 ThinQ 5G que incrementará a capacidade multi-tasking do terminal. Não é bem um smartphone dobrável, mas é pelo menos igualmente útil (ou mais) e custa uma fracção do preço. Entretanto convém não esquecer que o LG V50 inclui ainda altifalantes estéreo, Quad DAC, jack áudio e construção com certificação militar.

LG G8 ThinQ

Com o LG V50 ThinQ 5G a ser a cartada da LG na tecnologia 5G, o LG G8 ThinQ teve espaço para brilhar. De algum modo, a LG parece não conseguir reunir a mesma hype de outras marcas, mas o G8 não perde nada em funcionalidades.

O dispositivo conta obviamente com um Snapdragon 855 com 6GB de RAM e 128GB de memória expansível, e mobiliza um ecrã OLED de 6.1 polegadas com resolução QHD+. O ecrã tem um notch onde aloja uma câmara de 8MP e uma câmara ToF, chamada de Z Camera, que realmente promete ser interessante. Graças à sua capacidade para medir distâncias num espectro infravermelho, a câmara ToF pode desbloquear o G8 com a leitura das veias nas nossas mãos, ou com mapeamento 3D da face.

 

Mas a LG revelou igualmente o Air Motion, através dos quais o smartphone pode de facto ser controlado com gestos sem toque no ecrã, cortesia da câmara ToF. O utilizador pode executar gestos em pleno ar para navegar e tomar acções como atender ou rejeitar uma chamada, alterar o volume de uma música, até. Eis inovação, certo?

E convém não esquecer que este ecrã OLED é o famoso Crystal Sound via o qual o G8 emitirá sons e vibrações. O dispositivo inclui ainda um altifalante com a tecnologia Boombox que utiliza o espaço intento para amplificar o som. A conjunção da Boombox com o Crystal Sound deverá ser extremamente interessante. O dispositivo deixa-nos ainda o prazer de incluir um Quad DAC e jack áudio, ponto particularmente apreciado já no LG G7.

Em termos fotográficos, o LG G8 ThinQ conta com um trio de câmaras de 12MP f/1.5, 12MP tele e 16MP UGA. A maior surpresa neste trio é a capacidade de aplicar o mod retrato ao vídeo, criando um efeito bokeh ao vídeo, não apenas à fotografia. Se resultar, será impecável.

A bateria é uma unidade de 3500mAh.

Entretanto, o LG G8s ThinQ possui um ecrã marginalmente maior com 6.2 polegadas, e uma bateria de 3550mAh. O trio de câmaras mantém as duas câmaras de 12MP, mas troca a de 16MP por uma de 13MP.

Tudo somado, o LG G8 ThinQ é um doa mais completos smartphones revelados até agora no MWC. Mantendo o jack áudio e a aposta global no áudio de alta qualidade, e acrescentando algo tão fantástico quanto a Z Camera significa que estes dispositivos têm tudo para se diferenciar da concorrência.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here