Já está anunciado o LG G8X, o novo smartphone de topo da LG que traz a fórmula foldable para o mundo real, com uma abordagem mais prática e contida, graças à inclusão de uma capa com um ecrã secundário. É uma fórmula muito interessante no LG V50, mas olhando para o novo LG Dual Screen, a abordagem foi muito melhorada.

Não nos adiantemos: comecemos pelo LG G8X propriamente dito. O equipamento não esconde a sua descendência do LG G8 ThinQ oficializado no início do ano, mantendo o design geral, mas cresceu com um ecrã de 6.4 polegadas para atingir as medidas gerais do LG V50, não admirando que na Coreia este terminal seja conhecido como LG V50S e pode realmente ser considerado um mix entre o G8 e o V50.

O ecrã passa para resolução FHD, e acrescenta um leitor biométrico sob o ecrã. Um pequeno notch introduz uma câmara de 32MP que substitui a de 8MP do LG G8 original. O notch é francamente mais pequeno, abdicando do notch para o sistema complexo de reconhecimentos de gestos.

Atrás temos duas câmaras, uma de 12MP com pixéis de grandes dimensões e estabilização óptica de imagem, enquanto uma segunda câmara de 13MP apresenta um enorme ângulo de visão de 136 graus. Como parece ser a norma, esta segunda câmara tem foco fixo: não é um problema de maior, já que as câmaras ultragrande angulares têm um enorme plano focal e a maioria dos objectos estão razoavelmente dentro de foco.

O G8X mantém o mesmo Snapdragon 855 do G8, com 6GB de RAM e 128GB de armazenamento interno, mas dá-lhe muito mais sumo, graças a uma bateria de 4000mAh. Também não esqueceu o jack de áudio e o Quad-DAC que dá resultados impressionantes de cada vez que o utilizo, mas a LG acrescenta um rebuçado para os YouTubers, na forma do ASMR, ou Resposta Sensorial Meridiana Autónoma, um nome complicado para dizer que o LG G8X inclui poderosos microfones capazes de detetar sons difusos e ampliá-los, especificamente a voz do interlocutor.

Francamente, gosto do design do LG V50 e do LG G8. É minimalista, limpo, e é bom vê-lo aqui novamente. Mas para lá da elegância, a LG continua a destacar-se pela aposta na durabilidade, com um ecrã protegido por Gorilla Glass 6, tal como o painel traseiro, certificação IP68 e MIL-STD 810G.

Dual Screen ainda melhor

Tenho tido a oportunidade de usar intensamente o LG V50, e embora as ideias iniciais sejam tremendas, este novo Dual Screen parece-me absolutamente melhor. Para começar, o ecrã é exactamente igual ao ecrã principal em disposição e dimensões. Inclui mesmo o notch, embora sem câmara. Acrescenta mais continuidade e simplifica o software, mas teria sido excelente uma câmara para streaming de jogos neste segundo ecrã.

Mas, ainda mais importante, é a inclusão de um ecrã monocromático de 2.1 polegadas virado para o exterior para podermos consultar notificações e desempenhar outras tarefas.

A ideia não é simplesmente boa: ela aumenta substancialmente a utilidade do Dual Screen (não deveríamos chamar-lhe Tri Screen?) e elimina o seu maior inconveniente, a impossibilidade de utilizarmos o V50 na posição fechada.

Uma mudança substancial é que o LG G8X não tem os pinos na traseira, então este Dual Screen conecta-se à porta USB-C. Isto significa que poderemos carregar o LG G8X apenas via wireless ou através de um adaptador que se liga aos pinos da capa. Sem esta, a porta USB pode ser usada normalmente para carregamento.

O LG G8X ThinQ é um dispositivo intrigante. O segundo ecrã acrescenta inúmeras possibilidades e, com as melhorias que apresenta, elimina os seus maiores inconvenientes. Não parece que possamos usar o segundo ecrã como uma extensão do primeiro, e certamente que me apetece ver um bom eBook naqueles dois ecrãs, mas ainda assim este é certamente um produto bem mais maduro.

Venha ele, LG!

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here