Tive uma experiência extremamente interessante com um smartphone que, infelizmente, não se vende por cá: o inovador LG V50 ThinQ 5G. A utilização de dois ecrãs é certamente muito interessante, embora no V50 esteja longe da maturidade. Foi pelos seus pequenos problemas que acolhi com grande entusiasmo o lançamento do LG G8X ThinQ na IFA de Berlim, dispositivo que recebe agora – finalmente – um lançamento mundial.

O LG G8X ThinQ não chega sozinho ao mercado mundial, trazendo consigo o LG Dual Screen que permite trabalhar com dois ecrãs em paralelo, ou utilizando um para teclado virtual ou controlador de jogos. Ambas têm as suas virtudes para entretenimento e produtividade, est último ponto muito problemático com ecrãs simples tradicionais onde o multitasking é tudo menos fluído. 

 

Face ao V50, o G8X ThinQ – que na Coreia se vende como V50S – melhora substancialmente o segundo ecrã, usando agora uma unidade completamente igual à principal, abdicando obviamente do hardware frontal como a câmara ou o auscultador, e acrescentando um ecrã exterior para consultarmos notificações, uma das maiores lacunas do V50.

Mas o LG G8X apresenta também o primeiro leitor biométrico no próprio ecrã, e ainda duas colunas frontais de 1,2W.

O Dual Screen agora é também mais prático em utilização por permitir vários ângulos de posicionamento, seja a 120º para jogos, 140º para utilização como portátil, plano, ou como tenda a 270º, impossível com o V50. Ao mesmo tempo, a capa liga-se agora à porta USB-C e podemos carregar o terminal via wireless com um adaptador especial que se agarra aos pinos da capa. A bateria é de 4000mAh, o que parece bastante meritório.

 

O equipamento tem potencial e é bom ver que a LG o está a lançar a nível mundial, numa altura em que muitos procuram smartphones foldable que ainda estão numa fase inicial e são inacessíveis. Nestas circunstâncias, o LG G8X ThinQ pode ser o melhor de dois mundos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here