A Xiaomi e a Realme tiveram um dia interessante com o lançamento dos Redmi 9A, 9C e Realme C11, que chegaram ao segmento de gama de entrada com o argumento de colocarem no mercado os novos Mediatek Helio G25 e G35. Os dois chips foram anunciados igualmente hoje, e apostam no gaming com orçamento apertado.

Apesar de serem chips vocacionados para os orçamentos apertados, estes processdadores não são nada de se deitar fora: o Helio G25 apresenta oito núcleos Cortex A53 fabricados em litografia de 12nm, com frequência máxima de 2.0GHz. A gráfica a bordo é a PowerVR GE8320 a 650MHz.

O processador apresenta compatibilidade com ecrãs HD+ com taxa de atualização de 60Hz e um máximo de 6GB de RAM a 1600MHz. Quanto às câmaras, suporta um máximo de 21MP ou câmaras duplas de 13MP+8MP.

O Mediatek Helio G35 é algo mais poderoso. Na sua essência mantém a mesma estrutura, mas os núcleos mais capazes andam nos 2.3GHz, e a PowerVR GE8320 tem uma frequência algo mais alta de 680MHz.

As diferenças mais notáveis são ao nível dos ecrãs e das câmaras, com compatibilidade com ecrãs FHD de 60Hz. Entretanto, poderemos ter câmaras de 25MP ou combinações de 13+13MP.

Para a sua vocação gaming, ambos os G35 e G25 incluem a tecnologia HyperEngine que optimiza as conexões para garantir que os jogos correm sem interrupções quando existem quebras na rede, possibilitando a alternância entre Wi-Fi e LTE numa fração de segundos. A tecnologia também optimiza a utilização da gráfica, memória e CPU.

Bom, estas especificações são-vos familiares? Provavelmente não, porque ninguém se familiariza muito com processadores Mediatek baratos, mas as especificações destes novos chips efetivamente batem certo, ponto por ponto com as especificações os Helio P22 e Helio P35 anunciados em 2018, pelo que a Mediatek parece ter feito alguma reciclagem aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here