Depois do Classe A, a família 35 da AMG expande-se agora até aos SUV. O GLB é o visado pelo motor dois litros tetra-cilíndrico turbocomprimido com 306cv, dando assim origem ao Mercedes-AMG GLB 35 4MATIC.

Por fora, o design mais agressivo começa logo por denunciar aquilo que está por debaixo do capot. A frente é mais imponente, conta agora com uma grelha específica da AMG, para além de entradas maiores e a presença de um splitter. Na traseira, o destaque vai para as duas saídas de escape, assim como o spoiler traseiro. As jantes específicas para este modelo, de 19” (mas que podem ir até às 21”), assim como as pinças de travão, são os elementos de design que caracterizam e definem este monstro (no bom sentido).

No interior, a Mercedes-AMG não quis deixar de passar também um aspecto mais desportivo. Pespontos duplos vermelhos, volante com uma nova aparência mais desportiva e os bancos desportivos revestidos em Artico e microfibra dinâmica, são elementos que não passam despercebidos dentro deste GLB 35.

Debaixo do capot, onde a magia ocorre. Os números andam dentro daquilo que seria de esperar, e quem conhece os restantes 35, já conhece estes números. 306cv que estão disponíveis entre as 5800rpm e as 6100rpm, com 400Nm que são atingidos entre as 3000rpm e as 4000rpm. A grande novidade está da caixa de dupla embraiagem que passa a ter 8 velocidades, a AMG SPEEDSHIFT DCT 8G. Tudo isto, aliado à tração às quatro rodas 4MATIC, permite que o GLB 35 atinja os 100km/h em apenas 5,2 segundos, sendo que a sua velocidade máxima, limitada, é de 250km/h. Estes são valores incríveis, tendo em conta que o GLB é o mais pesado dos compactos da Mercedes. De notar também, que este GLB 35 mantém a possibilidade de uma terceira linha de bancos, que lhe permite ir até aos 7 lugares.

De forma a garantir a segurança com toda esta potência, o GLB 35 teve o seu chassis optimizado. Enquanto que à frente a suspensão recebeu novos braços transversais e uma nova junta da caixa de direcção, atrás surge uma nova sub-estrutura e cubos de rodas específicos. Para além disso, há também a suspensão adaptativa AMG RIDE CONTROL que permite ajustar a suspensão ao tipo de condução.

O sistema de travagem conta com discos de travão de elevadas dimensões, ventilados e perfurados. À frente, os discos são de 350x34mm, enquanto que atrás as dimensões são de 330x22mm.

Sabendo-se que o GLB deverá chegar ao mercado em Novembro, não há ainda qualquer tipo de indicação de quando é que o Mercedes-AMG GLB 35 4MATIC será vendido por cá, ou até mesmo quais os preços que serão praticados.

Motor 2.0 litros, 4 cilindros em linha com turbocompressor de gases de escape
Cilindrada 1991 cc
Potência 225 kW (306 CV) às 5800-6100 rpm
Binário máximo 400 Nm às 3000-4000 rpm
Sistema de transmissão Tração integral totalmente variável AMG Performance 4MATIC
Caixa de velocidades Caixa de velocidades de dupla embraiagem AMG SPEEDSHIFT DCT 8G
Consumo de combustível – em ciclo combinado  

7.6-7.5 l l/100 km

Emissões de CO2 em ciclo combinado 173-171 g/km
Classe de eficiência C
Aceleração 0-100 km/h 5.2 s
Velocidade máxima 250 km/h

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here