A Microsoft anunciou a nova geração de portáteis Surface Laptop 4 que chega com grandes novidades. Os Surface Laptop 4 não só estão disponíveis em dois tamanhos de ecrã, como também poderemos optar entre os mais recentes Intel Core Tiger Lake de 11ª geração e os AMD Ryzen 4000 Mobile.

A acompanhar um aumento impressionante de performance em relação aos Surface 3 (a Microsoft indica-nos um ganho de pelo menos 70%) temos um aumento igualmente aliciante da autonomia. Diria até brutal, já que com um máximo de 19 horas de disponibilidade de bateria, estamos a ver um aumento de 7.5 horas em relação à geração anterior e perto de 8 horas é o que já consideraríamos bom num portátil normal. E é uma autonomia com chips Intel, não com processadores ARM, o que torna isto ainda mais interessante.

O valor de 19 horas é para o Surface de 13″, enquanto a versão de 15″ atinge as 17.5H, ainda assim um valor apreciável. Isto é excelente para os novos modelos de trabalho híbridos, em que o escritório já não é o local de todos os dias e facilmente damos por nós a trabalhar em movimento, sem podermos parar para uma carga.

As configurações oferecidas são amplas. Os processadores são à escolha entre os Intel Core i5 e i7, ou os AMD Ryzen 5 e 7 com até 16GB de RAM e 512GB de armazenamento interno. Levem em consideração que estes chips Ryzen são da série 4000, enquanto a geração atual é a Ryzen 5000, mas não seria possível utilizá-los a tempo de os adaptar às versões Microsoft Surface Edition. A Microsoft ainda assim nota que os processadores AMD a bordo são octa-core e note-se que a própria Microsoft nos confirma estes chips como AMD Ryzen 5 4680U e AMD Ryzen 7 4980U, dois processadores ainda não foram oficialmente anunciados.

O mais certo é serem versões overclocked desenvolvidas em parceria, e o facto do 4980U possuir 8 núcleos (o 4680U tem seis) oferecem-lhes certamente uma grande pujança por comparação aos quad-cores dos Surface 3.

Aqui, um pouco de letra minúscula: os Intel Core a bordo do Surface terão a vantagem da performance, até porque recorrem a memórias LPDDR4X com maior velocidade, mas em troca parece-nos que as 19 horas para o Laptop 4 de 13 polegadas serão para a versão com o AMD Ryzen 5 4680U, enquanto as versões Intel podem perder umas duas horas de autonomia por comparação. Portanto, é um pouco autonomia vs potência, mas também alguma preferência pessoal, porque as diferenças podem não ser notórias no dia-a-dia. A última vantagem dos AMD é mesmo uma bem mais óbvia: o preço.

E um Surface não seria um Surface sem o puro estilo executivo. Os Surface são a menina dos olhos de muito bom quadro médio, programador e empresário, e a nova geração não perde nada do seu charme, com opções de acabamento em Alcantara ou alumínio nas cores Platina ou Preto Mate. Esta última versão parece irresistível.

A chegada do Surface Laptop 4 a Portugal está agendada para o próximo dia 27 de abril. Os dois modelos estão disponíveis para pré-venda na Microsoft Store, lojas de retalho especializadas e nos revendedores do segmento profissional, a partir de 1 149€ para modelos de 13,5 polegadas e 1 499€ para modelos de 15 polegadas. Até 26 de abril, a Microsoft Store terá uma oferta exclusiva em que, na compra do Surface Laptop 4, receberá uns Surface Earbuds.

Tudo somado, os novos Surface Laptop 4 parecem equipamentos muito bem conseguidos e a autonomia é uma cereja muito doce no topo dum bolo muito bem recheado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here