Como grande participante no mercado da cloud, a Microsoft está interessada em descobrir melhores formas de armazenar o seu equipamento. Uma das formas encontradas pela empresa foi implementar um data center no fundo do mar nas Ilhas Orkney, na Escócia.

Isto faz parte do Projecto Natick, uma iniciativa para identificar formas ambientalmente sustentáveis ​​de executar unidades de gestão de dados em larga escala. Este projecto foi  iniciado em 2014, quando a Microsoft construiu um pequeno data center submersível com o equivalente a 300 desktops. Este foi colocado no oceano em Fevereiro de 2016 e esteve activo durante quatro meses.

A segunda fase começa agora e a empresa instalou 864 servidores num submersível que foi projectado para funcionar durante cinco anos sem manutenção.

Este data center será monitorizado nos próximos 12 meses; por investigadores da Microsoft que irão vigiar alguns factores como consumo de energia, níveis internos de humidade e temperatura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here