Como é que nasce um smartphone? Do ecrã do designer às prateleiras das lojas, um equipamento electrónico passa por inúmeras fases e isso é verdade ainda mais para os smartphones actuais, peças complexas que misturam processos automatizados com a incontornável presença do ser humano. A Maze revelou agora o processo de fabrico do Maze Alpha, desde os primeiros blocos de alumínio, ao produto final.

O Maze Alpha foi anunciado em Março, vindo de uma marca nova mas com ampla experiência no fabrico de smartphones, e chegou ao mercado em Junho. Um smartphone ambicioso, o Maze Alpha caracteriza-se pelo seu ecrã tri bezel-less e construção em metal avançada. É precisamente essa construção que se destaca no vídeo que dá o mote a este artigo.

O vídeo ilustra bem a complexidade da construção de um smartphone, com várias etapas desde que os primeiros blocos de alumínio são esculpidos com um processo CNC de alta precisão, passando depois por uma nova série de acabamentos e polimentos.

Mas podemos ver igualmente como o Maze Alpha requer a perícia de trabalhadores humanos para montar alguns componentes, de resto como qualquer outro equipamento, e como passa por testes de desgaste e resistência antes de chegar ao mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA