A HP oficializou hoje a nova geração da referência HP Spectre x360 13, conseguindo dar-lhe mais potência, mas num tamanho compacto, que não abdica de nada do que é a imagem de marca do Spectre quanto a qualidade de design e performance pura.

Com um histórico de ser consistentemente um dos melhores 2-em-1 do mercado, nada disto deve mudar com a nova geração do HP Spectre x360 1, que acrescenta novos processadores Intel Ice Like, opção por um monitor OLED, e uma bateria com autonomia até 22 horas: extraordinário se considerarmos que o novo chassis de alumínio é mais compacto e mais leve que o seu antecessor. São 17 mm de espessura e 1,30Kg de peso para um portátil claramente adequado aos absolutamente exigentes que não querem ver a sua produtividade comprometida por falta de autonomia.

O design não muda muito em relação aos anteriores Spectre, com um perfil fino e angular, com cantos rematados em diamante. Um puro convertível, o Spectre x360 está pensado para utilização sem limites em modo tenda, tablet ou portátil tradicional, tornando-se assim um instrumento de produtividade e trabalho colaborativo. A este nível, os Spectre sempre foram impressionantes pela sua solidez, e a HP mantém a liderança a nível de design com esta nota iteração.

Este slideshow necessita de JavaScript.

As novidades começam com a introdução dos Intel Core de 10ª geração, até ao i7-1065G7, capazes de um salto impressionante de performance e que utilizam uma motherboard mais pequena, autorizando mais espaço para outros componentes. Ainda assim, a HP redesenhou o sistema de refrigeração do Spectre e oferece vários modos de utilização, procurando equilibrar autonomia com performance: Performance, Conforto e Silencioso. Os modos fazem precisamente o que os seus nomes indicam, com o modo silencioso a ser aquele onde a ventoinha será menos solicitada, portanto será mais tranquilo e igualmente mais interessante do ponto de vista da autonomia.

A acompanhar os novos Ice Lake teremos 8 ou 16GB de RAM LPDDR4X e entre 256 e 1TB de armazenamento SSD com 32GB numa drive Intel Optane para assegurar a performance máxima absoluta. Entretanto, não teremos gráficas dedicadas, mas sim a onboard Iris Plus Graphics.

O ecrã tem várias opções ao dispor do utilizador, começando por um painel de 13.3 polegadas com resolução 1920×1080 SureView e opção por painel anti-reflexo, ou um OLED 3840×2160. Este último caracteriza-se por um Delta <2 e True Black, parecendo bem pensado para os profissionais para quem a cor exacta faz parte dos requisitos. O ecrã é acompanhado de altifalantes estéreo desenhados em colaboração com a Bang & Olufsen. Uma câmara frontal pode ser tapada, e os microfones incluem um botão mute para segurança acrescida. A tecla inclui mesmo um LED para o utilizador perceber se os microfones estão ou não ativos.

Entretanto, a conectividade é beneficiada por Bluetooth 5, Wi-Fi 6 AX201, com opção por 4G LTE com antenas 4×4, duas portas Thunderbolt 3, USB-A  3.1, uma porta HDMI 2.0 e uma DisplayPort 1.4, leitor microSD e saída áudio de 3.5mm.

Finalmente, a bateria incluída é de 60Wh, pelo que a HP promete uma autonomia de 22 horas em modo “bateria”. É natural esta especificação: levemos em consideração que isto dependerá do processador e do modo de utilização, sendo expectável que a utilização em Performance encurte algo esta previsão.

Quanto aos preços e disponibilidades:

  • O HP Spectre x360 13 deverá estar disponível na região EMEA durante o mês de novembro com um preço recomendado a partir de 1299 euros.
  • O HP Spectre x360 13 em Nightfall Black com 16 GB de RAM, ecrã 4K OLED e 1 TB SSD com 32 GB Optane deverá estar disponível na região EMEA durante o mês de dezembro com um preço recomendado a partir de 1899 euros.
  • O HP Spectre x360 13 em Natural Silver com 8 GB de RAM, ecrã FHD e 512 GB SSD com 32 GB Optane deverá estar disponível na região EMEA durante o mês de dezembro com um preço recomendado a partir de 1499 euros.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here