Embora a nível laboral o meu portátil seja um Dell, não é certamente um XPS 13, o que é uma pena, já que o XPS 13 é aquele Dell que parece acertar em quase tudo, cada vez que uma geração nova é lançada. Foi assim na CES 2018, e manteve-se agora na CES 2019, onde a nova geração Dell XPS 13 volta a apostar em performance, construção premium e ultra portabilidade.

Há uma evolução natural no Dell XPS 13 que se actualiza com novos processadores Intel de oitava geração “Whiskey Lake” até Intel Core i7-8565U, e oferece até 16GB de RAM e 2048 GB de armazenamento PCIe SSD. Os ecrãs vão desde uma unidade FHD não táctil até uma opção 4K UHD táctil “InfinityEdge”.

A bateria é algo mais pequena, 52Wh face aos 56Wh dos modelos anteriores, mas com um Intel Core i5-8265U de apenas 10W de TDP e o ecrã de menor resolução não táctil, a Dell diz-nos que a autonomia pode chegar às 21 horas, o que é francamente extraordinário.

O revestimento GORE volta a estar em destaque para que a performance não seja comprometida, nem o calor seja passado para as mãos do utilizador, mantendo uma forte aposta na qualidade da experiência de utilização.

Um detalhe que saltará à vista no novo XPS 13 é mesmo o ecrã, que é renovado em termos estilísticos e integra agora a câmara no rebordo superior, após diversas iterações em que a câmara se alojava na base do ecrã, num rebordo muito espesso. Com os módulos de câmara a serem hoje em dia muito mais pequenos, a Dell conseguiu voltar a colocar a câmara no topo, aproveitando para colocar no ecrã rebordos menos assimétricos.

O Dell XPS 13 volta a ser um equipamento leve, estilizado e potente, que mantém a Dell no topo das ofertas premium em portáteis, apostando num desenho e numa abordagem que, desde 2015, têm sido altamente prestigiantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here