Confessemos que todos adoramos os nossos ecrãs enormes, principalmente quando já têm a minha idade e não conseguem ver tão bem como quando faziam as cábulas para a escola num rolo de papel. Mas, no fundo, todos adoramos a ideia de um smartphone compacto que nos dê toda a potência da gama alta, mas caiba facilmente no bolso e se manuseie facilmente com apenas uma mão.

Esse smartphone é o ASUS Zenfone 8, um João Pequeno que esconde atrás dum ecrã de 5.9″ um Snapdragon 888 e uma bateria de 4000mAh, além de um máximo de 12GB. Seriamente, não deveria ser preciso explicar porque é que isto é uma Reese Witherspoon em versão de telemóvel, mas cá vai: 1,57m.

Are we there yet?

Portanto, eis o flagship mais compacto do mercado, o smartphone com Snapdragon 888 mais compacto do mercado também. O que nos dá ele além da possibilidade de tocar com o polegar no canto superior do quadrante oposto?

Dá-nos um Samsung E4 FHD 20:9 com taxa de atualização de 120Hz e 240Hz de sampling de toque, HDR10, DCI-P3 112% e brilho máximo de 1,100 nits. Absolutamente louco: conseguiram mesmo colocar o leitor biométrico no próprio ecrã.

Chegados às câmaras, obviamente o espaço não abunda para uma quad-cam, então a ASUS oferece-nos um IMX686 de 64MP igual ao que equipa o Zenfone 8 Flip e – pasmem-se – com OIS, além de capacidade para vídeo 8K a 24fps com EIS e captura de áudio com zoom OZO e redução de ruído.

A esta câmara a Asus acrescenta uma ultragrande angular de 12MP, enquanto que a câmara frontal recorre também a uma unidade de 12MP, mas o mais moderno IMX663. Em qualquer um dos casos temos possibilidade de vídeo 4K.

Acho que neste momento, a maior parte das marcas diria “pá, já chega, não cabe aqui mais nada”. Algures na ASUS é possível que alguém tenha pensado o mesmo antes de ser colocado na ordem e, subitamente, não só a ASUS colocou no Zenfone 8 um jack de áudio de 3.5mm, francamente o equivalente a conseguirmos abrir a boca para trincar um triplo cheeseburger, como lhe espetou dois altifalantes estéreo com amplificadores Cirrus Logic e suporte para Dirac HD Stereo. Dirac Stereo, meus: é o tipo de coisa que se consegue ouvir na música só de se pronunciar.

Seriamente, com que é que os outros smartphones ocupam o espaço interno?

O Zenfone 8 inclui então uma bateria de 4000mAh com carregamento de 30W via Hypercharge, mas também USB Power Delivery e Quick Charge 4.0. Em 25 minutos conseguem recarregar 60% desta bateria.

Finalmente, todo este hardware está em encerradinho num corpinho selado e certificado com IP68.

Onde é que a ASUS cortou? Bom, infelizmente não temos possibilidade de expansão microSD, algo que o Zenfone 8 tem em comum com uma vintena de smartphones de 1000€ muito maiores.

Mas custa apenas 599,99€ até dia 31 de Maio com retoma. Depois sobe para os €700, e estará disponível com 128GB ou 256GB.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here