Desde que a Samsung lançou o Samsung Galaxy S6 Edge que iniciou uma revolução, muitas vezes baseada na imitação da forma, mas não da função. Os ecrãs curvos passaram a sê-lo de ambos os lados, e por vezes sem qualquer ganho que não o estético. Noutras vezes, a distorção causada pelo ecrã curvo não foi mesmo consensual, e a Huawei bem o sabe, mas a marca quer redimir-se e, com o Huawei Mate 30 poderá utilizar um ecrã curvo como nunca se viu até agora, com enormes implicações no design e funcionalidades do Mate.

Ao contrário do que acontece com os atuais ecrãs curvos, onde a curvatura é algo rasa, o possível ecrã do Huawei Mate 30 Pro curva até uns admiráveis 90 graus, efectivamente abraçando as laterais do dispositivo. Isto é algo que nunca vimos sem smartphone algum e abre tremendas possibilidades.

Desde logo, com o vidro do ecrã a poder curvar-se até se juntar ao painel traseiro, parece não sobrar espaço para a tradicional moldura de metal, nem sequer para botões físicos. O ecrã poderia assim assentar-se numa “cama” de metal, e seria o ecrã a simular os botões físicos. A funcionalidade, deste modo, seria uma evolução sobre o Edge Sense da HTC.

Ou podemos ter uma espécie de ecrã secundário nas laterais, para mostrar notificações e informações com o ecrã desligado.

 

Entretanto, nas imagens podemos apreciar um grande notch, repleto de perfurações, expectavelmente para o sistema de reconhecimento facial, e também o que parecem ser os circuitos para o leitor biométrico e controladores do ecrã.

Na prática, este ecrã será muito complicado e caro de fabricar, pelo que o mais provável será a edição normal do Huawei Mate 30 chegar com um ecrã mais convencional, ficando este ecrã para a versão Pro, ou para a mais do que esperada versão Porsche.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here