À procura de se tornar cada vez mais competitiva, a Samsung tem experimentado novas estratégias para baixar os seus custos e, consequentemente os seus preços. Os Galaxy A10s e Galaxy A6s foram numa direção nova e talvez inesperada: nenhum dos dispositivos é fabricado pela própria Samsung.

Um método comum entre diversos fabricantes Chineses é o recurso a ODM (Original Design Manufacturer), um fabricante externo que projeta e fabrica dispositivos que irão depois receber a marca de um outro fabricante. Estima-se que as ODM sejam cerca de 25% de todos os smartphones vendidos no mundo. Uma das maiores ODM é a Wingtech (frequentemente mal escrita como Wintech) que é pertença da Xiaomi e, tal como noticiamos em 2018, foi esta ODM quem fabricou o Samsung Galaxy A6s.

Agora foram revelados os papéis da certificação do Galaxy A10s na FCC Americana e – surpresa – não foi a Samsung quem os submeteu, mas uma Jiaxing Yongrui Electron Technology Co., Ltd. de que poucos terão ouvido falar. Ao contrário do A6s que é um exclusivo da China, o A10s será vendido globalmente, pelo que será o primeiro smartphone Samsung que não foi realmente concebido pela marca a chegar ao nosso mercado.

Uma nova estratégia para a guerra de preços

A Samsung esteve durante muitos anos focada nas gamas média e alta, e nos preços elevados com grande margem de lucro. A entrada de marcas Chinesas especializadas em baixos custos significou que a Samsung se viu acossada de todos os lados, de resto um problema que afetou todas as marcas clássicas, incluindo Sony ou LG. Atualmente, a HTC já decidiu recorrer a ODM para o seu novo HTC Wildfire X, enquanto a LG parece fazer o mesmo na gama de entrada.

Para a Samsung, a estratégia permite continuar a concentrar-se na concepção de dispositivos de gama alta, enquanto oferece um portefólio sólido e económico na gama baixa, para criar presença no mercado e lealdade dos utilizadores. Os preços permitem-lhe ser mais competitiva nestes segmentos do que anteriormente, mas será que os utilizadores sentirão este branding como um estratagema?

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here