A semana passada, a TCL anunciou as especificações e disponibilidade dos seus novos TCL 10 5G, TCL 10 Pro e TCL 10L, três equipamentos que marcam a entrada definitiva da TCL no mercado mobile em nome próprio, depois de anos de experiência a produzir equipamentos Alcatel e BlackBerry. Com um excelente design que sai do molde e da repetição e, acima de tudo, repletos de especificações, os TCL 10L e TCL 10 Pro são equipamentos maduros e interessantes.

TCL 10L e TCL 10 Pro de relance

Apesar da sua experiência na eletrónica, a TCL é uma marca “nova” no mundo mobile, pelo menos em nome próprio. Os dois TCL 10 em análise são, no entanto, produtos muito equilibrados e maduros, que apostam forte no elevado número de funcionalidades, quiçá acima de tudo em câmaras potentes, boa autonomia e ecrãs de qualidade acima da média para o preço.

Características do TCL 10 Pro:

  • Ecrã: painel AMOLED de 6.47 polegadas, com resolução FHD+ 1080x2340px, rácio de aspeto 19.5:9, HDR10 com processador de imagem dedicado, taxa de atualização de 60Hz;
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 675, Octa-core (2 núcleos Kryo 460 Gold a 2.0GHz e 6 núcleos Kryo 460 Silver a 1.70GHz) com GPU Adreno 612;
  • Memória: 6GB RAM e 128GB de armazenamento interno expansível;
  • Câmaras principais: 64MP, 1/1.72 polegadas com 4X1 pixel binning e abertura f/1.8, ultragrande angular de 16MP, f/2.4, macro de 5MP, f/2.2 e sensor de profundidade de 2MP, f/2.4.
  • Câmara frontal: 24MP, f/2.0;
  • Bateria: 4,500mAh, carregamento rápido de 18W;

Características do TCL 10L:

  • Ecrã: IPS LCD de 6.53 polegadas, resolução FHD+ 1080×2340, rácio de aspeto 19.5:9, HDR10 com processador dedicado, taxa de atualização de 60Hz;
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 665, Octa-core (4 núcleos Kryo 260 Gold a 2.0GHz e 4 Kryo 260 Silver a 1.8GHz, GPU Adreno 610;
  • Memória: 6GB RAM, 64GB ou 128GB de armazenamento expansível;
  • Câmaras principais:  48MP, 1/2.25 polegadas com 4×1 pixel binning e abertura f/1.8, ultragrande angular 8MP, f/2.2, macro 2MP, f/2.2 e sensor de profundidade 2MP, f/2.4;
  • Câmara frontal: 16MP, f/2.2;
  • Bateria: 4,000mAh.

Ambos contam ainda com Bluetooth 5, NFC e Android 10 com TCL UI. Tanto o TCL 10L quanto o TCL 10 Pro são equipamentos de gama média pura, sem truques de marketing ou gimmicks, apenas muitas funcionalidades, com o 10 Pro a levar a vantagem com um emissor IR.

Design sem imitações

Ambos os dispositivos partilham uma linguagem de design iniciada pela TCL com o bem recebido Plex. Suponho que a marca tenha vantagem em um grande historial no fabrico de smartphones em nome de outras marcas, podendo desenvolver o seu próprio look estilístico em vez de recorrer a elementos off-the-shelf. Com isso, temos um design muito agradável, bastante identificável e que não se confunde com a esmagadora maioria dos equipamentos que atualmente reciclam os desenhos uns dos outros.

Em comum, ambos colocam as suas câmaras num módulo horizontal ladeado por dois flash, mas o TCL 10 Pro é mesmo o mais impressionante dos dois. Atipicamente para os tempos que correm, o módulo fotográfico coloca as lentes ao nível do painel traseiro, sem desníveis, dentro de uma lista bastante desportiva. O painel em vidro fosco é aveludado ao toque e particularmente imune a dedadas e manchas, fazendo deste um equipamento muito elegante, decididamente premium.

A construção é de elevada qualidade em ambos os dispositivos, com bons remates e clara sensação de robustez.

Não é uma questão de processador

Muito honestamente, nem o TCL 10L, nem o TCL 10 Pro dão cartas no campo dos processadores, encontrando-se em nichos de preços onde podemos encontrar equipamentos com melhores chips, mais modernos. O TCL 10 Pro partilha o processador do TCL Plex que pode ser encontrado neste momento por menos de €300, e o Snapdragon 675, mesmo sendo um sólido maratonista, não brilha em performance, pelo que é verdade que o TCL 10 Pro é algo sub-motorizado para o seu preço. Neste caso, o Snapdragon 665 do TCL 10L está muito mais em linha com o seu preço.

Mas o processador não é mesmo o foco da TCL que procurou antes maximizar as funcionalidades ao dispor do utilizador.

É no Pro que mais se nota a maximização do que é colocado ao dispor do utilizador. Fora altifalantes estéreo, algo que parece não ser decididamente consensual, este equipamento tem tudo, do leitor biométrico sob o ecrã à tecnologia NFC e um emissor infravermelho com uma app bastante ampla para utilizarmos o TCL como remoto dos mais diferentes equipamentos que lá temos por casa. O departamento fotográfico é particularmente forte, com a câmara macro de 5MP quando a maior parte dos concorrentes recorre a 2MP e, mas acima de tudo uma muito competente câmara de 64MP.

Os resultados desta câmara são muito promissores no teste inicial, com vantagem para os resultados de 64MP. Entretanto a câmara macro surpreende pela positiva, já que além da resolução acima da média inclui algo ausente da concorrência: autofoco, com o que é muito mais fácil obter bons resultados. A app é reminiscente do Plex e, quanto às funcionalidades a opção Pro ainda fica algo atrás da gama alta, mas por comparação ao que há no mercado é bastante completa. Ficam algumas fotografias para termos uma ideia do que estes dispositivos são capazes, número e diversidade limitadas nesta época de confinamento:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outro ponto acima da média é a qualidade de ambos os ecrãs disponíveis para o utilizador. Ambos são de elevada qualidade, com a NTXVISION em ação. Além de revelar mais detalhes nos pontos escuros de uma imagem, aumentando a sua gama dinâmica, também adapta os contrastes e tonalidades à luz ambiente, para manter uma legibilidade superior. O OLED do 10 Pro leva vantagem, com contrastes ainda maiores, e podemos controlar em ambos o equilíbrio de cores para ninguém se queixar.

Nesta gama de preço poucos equipamentos oferecem este tipo de ecrã tão avançado, compreendendo-se a opção por processadores menos potentes, exceto se quisermos realmente performance acima de tudo. A vantagem é que os dois Snapdragon da série 600 oferecerão uma autonomia impecável com as baterias disponíveis e esse é um ponto que, para mim, é mais importante que potência.

Qual comprar?

Confesso-me agradavelmente surpreendido pela excelente combinação de especificações do TCL 10L. Temos um excelente processador para o preço, aliado a um ecrã excelente e carregado de funcionalidades, uma bateria muito razoável um departamento fotográfico promissor. Euro a euro, este é o smartphone para quem procura equilíbrio, custando €279.

No entanto, o TCL 10 Pro é definitivamente o mais premium dos dois, com um design impecável e extras importantes nas funcionalidades, caso do emissor infravermelhos, além de um belíssimo ecrã OLED com excelente reprodução de cor e contrastes. O TCL 10 Pro é uma tentação para os olhos e um dos mais completos smartphones que podemos encontrar nesta gama de preço, com um feeling e experiência de utilização próxima de um equipamento de gama alta. Tudo isto tem o seu preço, e a escolha do processador não foi a mais impressionante.

A última escolha recai então, nas vossas necessidades, com certeza sem que nenhum destes TCL desiluda. A TCL começa a sua aventura mobile com dispositivos muito sólidos e completos, que conseguem evitar a maior parte das armadilhas que geralmente vemos na gama média, onde muitos sacrifícios se fazem para manter o preço à custa de funcionalidades úteis. Não é o caso aqui, e será difícil encontrar algo fundamental em falta em qualquer um dos dois TCL 10.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here