A Lexus promete: quando se sentarem ao volante do novo Lexus UX250h, os condutores irão perceber que este não é apenas mais um crossover. Similar a todos os outros híbridos da marca, a Lexus promete um UX 250h muito ágil, extremamente eficiente em relação ao consumo de combustível e, mais importante ainda, com emissões bastante baixas. Este é um híbrido que será capaz de andar 50% do tempo em modo eléctrico, sem qualquer necessidade de ligar à tomada eléctrica. Pelo menos, é o que a Lexus promete.

O sistema Self-Charging Hybrid da Lexus é combina a energia de um motor a gasolina de quatro cilindros 2.0 litros com motores eléctricos, permitindo a opção entre tração dianteira ou então integral (E-FOUR). O UX 250h conta também com uma nova unidade de controlo de potência e transeixo. A nível de bateria, o Lexus UX 250h irá contar com a mais recente tecnologia de hidretos metálicos de níquel, estando a mesma localizada por baixo do assento traseiro, aumentando assim o espaço disponível para a carga. Outra vantagem da colocação da bateria neste local, é o facto de permitir baixar o centro de gravidade e tornar o carro mais seguro de ser conduzido.

No caso dos modelos com tração às quatro rodas (E-FOUR), o UX 250h conta com dois motores eléctricos (um no eixo traseiro e outro no eixo dianteiro), enquanto que no caso da tração frontal, apenas existe o motor eléctrico no mesmo eixo. Estes motores permitem uma condução bastante silenciosa, redução no consumo de combustível e sem produção de emissões.

A Lexus promete ainda um SUV bastante dinâmico, dado que em velocidades mais altas entra em funcionamento o motor a gasolina em ciclo Atkinson, de 2.0 litros. Ainda assim, sempre que necessário, e como qualquer híbrido actualmente existente no mercado, os motores eléctricos entram em apoio sempre que necessário. Graças à combinação dos dois (ou três) motores, o Lexus UX 250h apresenta uma resposta imediata ao pedal do acelerador, com acelerações lineares e bastante disponíveis, sempre que solicitadas.

A grande vantagem deste modelo híbrido no mercado, para os concorrentes, é o facto de não necessitar de ligar à tomada para carregar para ajudar a poupar o ambiente. Tal como acontece noutros modelos actuais da marca, a regeneração de energia acontece sempre que se retira o pé do acelerador e durante as travagens. A energia é armazenada na bateria, não havendo necessidade de depender de uma rede de carregamentos que continua muito aquém daquilo que seria de esperar.

Para os mais cépticos em relação à durabilidade da bateria, a Lexus garante uma garantir de 10 anos sem qualquer limite de quilómetros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here