Os portáteis empresariais sofrem geralmente do look institucional por comparação às linhas mais arrojadas e vistosas dos equipamentos do consumidor, mas o HP Elitebook X360 foge um pouco à regra com um design elegante e sólido, que combina excelentes acabamentos com um interior repleto de hardware muito interessante. De facto, não há nada que falte a este equipamento que aproveita ao máximo as suas características para gerar um máximo de capacidades por unidade de peso. É um pouco caro como tem sido a regra nos equipamentos empresariais, mas não é de admirar: o HP EliteBook X360 integra inúmeras soluções de segurança específicas que garantem aquele extra de protecção a quem lida com dados sensíveis que devem ser mantidos fora dos olhos de terceiros.

Principais características

O objectivo do HP EliteBook X360 é chegar aos quadros superiores empresariais, oferecendo por isso um amplo conjunto de ferramentas e funcionalidades adequadas à potencialização da produtividade. Este conjunto inclui por um lado o design de prestígio, um teclado rico em atalhos, factor de forma que passa por um ecrã capaz de se posicionar em 360º a toda a volta, táctil e compatível com o Windows INK e stylus e, por outro, todas as principais implementações de segurança empresarial e produtividade da HP.

Processador: Até Intel Core i7-7600U vPro @ 2.8GHz
Sistema operativo: Windows 10 Pro
RAM: 16GB
Armazenamento: até 1TB SSD SATA, 360 GB SSD M.2 PCIe NVMe ou  512 GB SSD NVMe TLC PCIe M.2
Ecrã: 13.3 polegadas FHD ou 4K
Placa gráfica: Intel HD Graphics 620
Bluetooth: Bluetooth 4.1
Portas: Smart Card, 1xThunderbolt 3, HDMI-out, 2xUSB 3.0, microSD

Design de prestígio

A HP tem mantido uma forte aposta do design e o HP EliteBook X360 não é uma excepção. O equipamento é, ao mesmo tempo, esguio com linhas bastante compactas, mas rectilíneo, mantendo um justo look institucional, sem ser demasiado formal. Há uma continuidade nas linhas, sem interrupções ou estranheza, dando a ideia de um bloco único esculpido e sólido.

A construção é inteiramente em metal, com a base a ser particularmente fina e razoavelmente espaçosa para o apoio das mãos do utilizador. Na lateral encontramos uma cama completa de entradas, especificamente UBC-C e USB-A e um jack para carregamento, além de uma porta Thunderbolt 3. Este será um ponto que obviamente trai a vocação empresarial do X360, já que parece em última instância pensado para manter a compatibilidade com os amplos stocks de cabos e carregadores que os departamentos de informática certamente terão.

Neste sentido, outro ponto de destaque é a antena WiFi que corre ao longo do exterior do ecrã e que seria omitida/escondida em qualquer computador não empresarial. Aqui, no entanto, a colocação é óptima para evitar qualquer interferência por parte do metal do chassis e componentes internos. Ecrã e base unem-se por duas dobradiças bastante discretas, mas que oferecem uma excelente resistência para manter o ecrã na posição desejada sem desvios causados por pressão mínima: baixa manutenção e durabilidade combinadas no melhor de dois mundos.

Neste campo, a destacar a certificação MIL-STD-810G que certifica o HP EliteBook X360 contra choques e temperaturas extremas, um requisito fundamental quando as carreiras dependem da sua capacidade para encaixar castigos. Neste ponto, não temos reservas em indicar que o HP EliteBook X360 é o mais elegante e vistoso ultraportátil empresarial no mercado.

 

Segurança avançada de nível corporate

Este é um campo onde o HP EliteBook X360 merece destaque, apesar de não o cobrirmos usualmente nas nossas análises: o business. Este é, afinal, um portátil que poderia ser confundido com outros equipamentos semelhantes da própria HP, mas possui inúmeras opções de segurança e produtividade que não encontramos nos equipamentos de consumo, apontando directamente para empresários e profissionais liberais à procura de maximizar a sua carreira.

Como é normal nos produtos empresariais da HP, encontramos desde logo atalhos do teclado para o Skype, atender e desligar chamadas, ou abrir o calendário do Outlook, facilitando muito a nossa gestão do quotidiano profissional. E se estamos preocupados com a qualidade das chamadas, o EliteBook X360 inclui cancelamento de ruído para podermos levar a cabo as conferências com maior qualidade.

Do lado da segurança, o EliteBook X360 integra o HP SureStart que verifica a BIOS com cada arranque. Uma vez o computador ligado, a autenticação pode ser feita via leitor biométrico ou câmara infravermelhos, mas também via smart-card que poderá ser o cartão de cidadão. Finalmente no campo individual, o EliteBook pode ser gerido via qualquer smartphone com a app HP Workwise, que é francamente uma segurança para alguém que – como eu – tende a deixar o portátil pousado quando vai buscar mais um café para aguentar a carga do dia: a Workwise bloqueia e desbloqueia o computador conforme nos afastamos dele ou nos aproximamos.

Caso alguém levante o ecrã, tente fazer login ou mova o EliteBook, a app mostra-nos um alerta que impedirá muitos dissabores. A implementação é tão interessante que seria fantástico que todos os portáteis a incluíssem.

Ora, passando à parte que importa para os departamentos informáticos, o HP EliteBook X360 inclui TPM e tecnologia vPro para gestão à distância do equipamento, facilitando a gestão e actualização dos portáteis sem uma passagem pela oficina.

 

Experiência de utilização

Performance

Com um i5-7300U, o HP EliteBook X360 é um equipamento com capacidade muito razoável, mas se necessitarem de performance extra para trabalho pesado, vão querer mesmo a versão com o i7-7600U.

O chip a bordo é francamente impressionante, permitindo-nos manter um número pouco sensato de janelas abertas sem um sinal de abrandamento. Para as necessidades de processamento realmente intensas, uma workstation como o HP Zbook Studio G4 é a opção certa, mas poucos rivalizarão com o EliteBook X360 em termos de processamento por autonomia. O equipamento mostra-se célere tanto na composição de texto, quanto no tratamento de vídeos, desde que não seja uma edição demasiado elaborada, já que a gráfica integrada não se presta a trabalhos gráficos intensos.

A inclusão de chips vPro, por outro lado, significa que toda a performance usual dos Core se mantém, mas os departamentos IT recebem uma ferramenta adicional de gestão de frotas tecnológicas.

Funcionalidade

Com toda a certeza, uma grande parte do atractivo do EliteBook X360 reside na capacidade de o utilizarmos como tablet de recurso, dobrando o ecrã 360 graus. A dobradiça oferece a tracção certa para ajustarmos facilmente a posição do ecrã, sem mostras de flacidez. O equipamento em si mesmo é extremamente leve e transporta-se de modo discreto numa mochila, sendo particularmente fácil de carregar connosco. No entanto, não é tão leve quanto um tablet propriamente dito e irá cansar as mãos se tentarmos utilizá-lo como tal.

A polivalência das diversas formas de disposição do computador significa, no entanto, que poderemos com igual facilidade utilizá-lo como computador tradicional para criação de documentos, ou como tablet e tenda para visualizarmos apresentações, documentos e multimédia sem grande envolvimento. Do ponto de vista da conjunção de solidez e polivalência, o X360 é irrepreensível.

Teclado

Mais uma vez, o teclado do HP EliteBook X360 mostra a qualidade geral dos teclados HP, com uma experiência de escrita muito confortável. As 65g de pressão de actuação são razoáveis e, apesar de somente 1,3mm de distância de movimento, as teclas movem-se sem esforço e com um agradável clique.

A área total do teclado é algo inferior à que encontraremos nos portáteis de consumo, com amplos rebordos a separar os seus limites, dos limites exteriores do chassis. Existe uma razão óbvia para isto: é essencial para conseguir uma carcaça mais resistente, ao mesmo tempo que protege mais os componentes no caso de quedas e embates. Com isto, as teclas não são muito separadas, mas permitem ainda assim uma posição confortável dos dedos.

Logo abaixo, o trackpad é eficiente e utiliza-se muito facilmente, apesar de não substituir sempre o rato tradicional para movimentos que exijam maior exactidão.

 

Ecrã e Multimédia

Podem optar por versões 4k ou FHD do EliteBook. A vossa preferência dependerá da utilização que querem dar ao equipamento e à autonomia de que necessitam, sendo óbvio que a versão 4K trará consigo uma penalização da bateria. Neste caso, ganham um painel onde a resolução de detalhes é excelente para quem tem preocupações ao nível da qualidade dos grafismos e dos vídeos em streaming.

Com 340 nits, o painel 4K é algo mais brilhante que o FHD que se fica pelos 300 nits e, apesar de ponderarmos que lhe falta algum brilho extra para condições externas, o ecrã mostra luminosidade razoável e excelentes ângulos de visão, sendo perfeitamente exequível a utilização do modo tenda para visualizarmos uma apresentação em grupo. De resto, a versão que recebemos para testes, com Intel Core i7-7600U e 16GB de RAM é perfeitamente capaz de reproduzir vídeo UHD sem soluços.

Última menção no campo do multimédia, a HP tem-se aliado à Bang & Olufsen para o áudio dos seus portáteis mais requisitados. O resultado aqui é um áudio mais texturado e rico do que seria de esperar num equipamento tão compacto, onde falta geralmente o espaço para colunas verdadeiramente capazes.

Finalmente, o EliteBook X360 inclui uma stylus com 2048 graus de pressão, e que poderá ser utilizada para desenhar ou tirar anotações, com configuração via software da Wacom para substituir botões do rato. Infelizmente não pudemos utilizar esta stylus com toda a destreza que ela merecia.

 

Bateria

Equipado com Intel Core I da gama U, o HP EliteBook X360 mostra uma excelente autonomia, sendo capaz de encaixar mais de um dia de trabalho relativamente intenso ligado à bateria. Podemos esperar francamente chegar a casa depois do trabalho e ainda trabalhar várias horas com o computador, mesmo na versão 4K, embora a versão testada, com FHD deva ser francamente mais apetecível para maratonas de trabalho. Assumindo, claro, que este trabalho não é graficamente intensivo.

Os 57WHr serão, no entanto, mais favorecidos pelo ecrã FHD, pelo que se a autonomia é o principal requisito, já sabem a opção que devem tomar.

 

Conclusão

O HP EliteBook x360 1030 G2 revela-se um equipamento extremamente completo cuja polivalência não tira nada à funcionalidade global que oferece ao utilizador corporativo. O preço é justo, tendo em conta que este equipamento oferece tudo o que possam precisar os clientes empresariais, a começar pelas diversas soluções de segurança e protecção de dados que minimizarão o roubo de informações ou a sua perda por avaria e erros. Ferramentas como a Workwise são simplesmente excelentes e fáceis de utilizar a nível individual, e uma garantia extra para qualquer utilizador.

Em tudo o resto é justo dizer que o EliteBook x360 se sentirá tão à vontade no trabalho, quanto em casa, onde pode ser utilizado com igual agilidade para correr documentos, quanto para apreciar uma boa sessão no nosso serviço de streaming favorito, onde a qualidade do ecrã e do áudio serão francamente importantes. Pelo meio, a nossa experiência de utilização mostrou que quem quer uma máquina célere e confortável para trabalhar encontra o que precisa nos Intel Core i5U e i7U com que o x360 é equipado. Com este factor de forma e tamanho tão compacto, simplesmente não encontramos capacidades mais elevadas.

Com um preço a começar nos €1.790 para a versão com Core i5 e 8GB de RAM, o HP EliteBook X360 pode parecer caro, mas destina-se a um tipo de cliente institucional para quem os seus extras de segurança e produtividade fazem a diferença. Se a vossa empresa aprovar a despesa, peçam um sem pensar duas vezes.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA