“The camera, reimagined” é tagline dos novos Samsung Galaxy S9 e S9+ que, tal como já tínhamos avançado, chegam ao mercado com inúmeras características novas, mas acima de tudo câmaras revolucionárias que estão neste momento um passo à frente de toda a concorrência num elemento crucial: abertura variável

Estas são as câmaras que todos devem exigir

Com as câmaras de abertura fixa que dominam o mercado mobile, existe uma tendência para queimar as luzes mais intensas por um motivo muito óbvio: se as câmaras são feitas para ter grande abertura de modo a não serem prejudicadas em baixa luminosidade, à luz normal elas são obviamente inundadas de luz. Com os Samsung Galaxy S9 e S9+ a Samsung implementou uma abertura variável de f/2.4 para as condições normais ao longo do dia, e f/1.5 para as condições de baixa luminosidade.

Como a abertura não influencia apenas a quantidade de luz que entra no sensor, mas também a nitidez das imagens, fechar um pouco a lente do Galaxy S9 significa que as fotografias tiradas em condições ideais deverão ganhar em nitidez face aos concorrentes.

Por outro lado, ao capturar vídeo, a abertura de f/1.5 também se activa, o que permite ao sensor operar nas elevadas velocidades de obturação exigidas pelo vídeo, e que resultariam em perda de luminosidade. Os vídeos a 960fps que o Samsung Galaxy S9 pode gravar serão assim de melhor qualidade do que vimos no Sony Xperia XZ1 de 2017. Os Galaxy acrescentam ainda um truque, com o smartphone a conseguir detectar movimento na imagem para determinar quando activar o modo de câmara super-lenta, garantindo assim que não perdemos aqueles momentos realmente importantes.

As câmaras serão essencialmente idênticas em ambos os Galaxy, se bem que, tal como se esperava, o Galaxy S9+ apresenta uma segunda câmara de 12MP com teleobjectiva para zoom 2x. Como anteriormente já vimos noutros Galaxy S, as câmaras são extremamente avançadas com pixéis de 1.4 micrómetros, captura RAW e contam ainda com estabilização óptica de imagem, embora seja expectável que no S9+ somente a câmara grande angular o seja.

Multimédia reinventado

É algo significativo nos Samsung Galaxy S9 e S9+: finalmente vemos os frutos da aquisição da AKG, com a chegada de altifalantes estéreo aos novos flagships da Samsung. Os Samsung Galaxy S9 e S9+ suportam ainda a tecnologia Dolby Atmos, conseguindo recriar o efeito de som em 360º.

Sendo este o primeiro smartphone a suportar a nova aplicação Samsung SmartThings, os Samsung Galaxy S9 e S9+ são assim o hub central, capaz de gerir cada faceta dum estilo de vida conectado em casa, no escritório ou em movimento. A aplicação Samsung SmartThings estará presente nos Samsung S9 e S9+ e será capaz de se conectar com outros equipamentos Samsung e não só.

Produtividade em qualquer lado com a Samsung DeX

Para os que estão sempre em movimento, a nova geração do Samsung DeX dá poder a um estilo de vida móvel, trazendo agora a experiência de um ecrã inteiro para o equipamento móvel. Com o Samsung DeX Pad, o novo sistema de docking (estação) da Samsung, os utilizadores poderão conectar facilmente o Samsung Galaxy S9 ou S9+ a um monitor maior, ao teclado e ao rato para expandir e personalizar a experiência móvel, com edição de documentos como se fosse uma experiência de computador, ou até uma experiência gaming (de jogo) num ecrã inteiro. Os utilizadores podem ainda transformar o Samsung Galaxy S9 e S9+ num Teclado Touch (teclado táctil) e num Touch Pad (ecrã táctil) com o Samsung DeX Pad.

O processador mais poderoso do ano?

Por dentro, os Samsung Galaxy S9 e S9+ possuem o novíssimo Exynos 9810 (SD845 em alguns mercados), colocando-se no topo da cadeia alimentar dos smartphones em termos de performance bruta. O S9+ será no entanto a melhor opção para multitasking intensivo, já que oferece 6GB de RAM em vez dos 4GB do S9 no modelo base. O Galaxy S9+ será igualmente mais útil para grandes maratonas de trabalho, já que a sua bateria de 3500mAh garante mais autonomia que os 3000mAh do Galaxy S9. Em qualquer um dos casos, o carregamento wireless está incluído.

O corpo em alumínio possui um painel traseiro de vidro e todo o corpo é selado com certificação IP68.

Novos ecrãs, a qualidade de sempre

As gamas Galaxy S e Note têm usualmente os melhores ecrãs do mercado, e não será muito diferente nos novos Galaxy S9 e Galaxy S9+. O primeiro tem um ecrã de 5.8 polegadas, enquanto o segundo apresenta 6.2 polegadas, ambos com resolução 1440×2960 e tecnologia Super AMOLED.

Por comparação ao Galaxy S8, os rebordos são mais espessos, parecendo em contra-corrente, mas justificando-se plenamente com uma maior resistência do ecrã a quedas e embates. Ambos os ecrãs são igualmente compatíveis com vídeo HDR.

Os Samsung Galaxy S9 e S9+ estarão disponíveis a partir de 16 de Março de 2018 nas lojas físicas e serão vendidos nas cores Preto Meia-Noite, Azul Topázio e uma nova gradação, Rosa Púrpura. O Galaxy S9 tem um preço indicativo de €849, enquanto o Galaxy S9+ poderá ser seu por €949. Os interessados podem ainda visitar Samsung.pt para conhecer as condições da campanha de Pré-Compra que inclui até €400 de valor de retoma por um smartphone antigo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here