A tecnologia fotográfica está neste momento extremamente bem desenvolvida, mesmo nos smartphones de gama média, onde as câmaras de 48MP e 64MP são já comuns. Também não há muito a inventar em termos de funcionalidades, mas há uma característica que os utilizadores apreciam e que ainda é rara: a estabilização óptica de imagem. A Samsung parece estar a considerar colocar esta tecnologia em toda a sua gama média e o primeiro Galaxy a beneficiar da decisão poderá ser o Samsung Galaxy A72.

Graças a um giroscópio aliado a lentes flutuantes, a estabilização óptica de imagem recebe esse nome por se obter quando as lentes se movem relativamente entre si para contrariar os movimentos do telemóvel, mantendo o alinhamento com o sensor e minimizando o desfoque provocado por movimentos.

Mesmo que existam inúmeros algoritmos e inteligência artificial envolvidos com os smartphones de hoje em dia, a OIS continua a ser a rainha do campo de batalha, por assim dizer.

A esmagadora maioria dos smartphones intermediários simplesmente não a possui e, por isso, têm alguma desvantagem quanto à nitidez das fotografias tiradas sem tripé, pelo menos face aos telemóveis mais caros. A presença ou ausência de OIS é, factualmente, um bom distintivo entre equipamentos de gamas médias e alta e um justificativo da diferença de preço, já que a sua implementação exige mais componentes, um desenho óptico mais complexo.

Mas o futuro OnePlus Nord poderá ser lançado com OIS já no próximo dia 21 de Julho. A OnePlus é o tio de concorrência capaz de mudar a relação custo-benefício de algumas opções, incluindo o custo acrescido de OIS nos smartphones dos seus concorrentes.

Segundo o site Sammobile, o primeiro smartphone a beneficiar desta mudança de estratégia da Samsung será o Samsung Galaxy A72, sucessor do A71 que será lançado na primeira metade de 2021. Outros equipamentos irão certamente seguir-se, para benefício final dos amantes de fotografia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here