O muito aguardado LG V60 foi finalmente anunciado, apesar de não ter ao seu dispor o palco do MWC. Trata-se de um smartphone de gama alta sem restrições, que parece mobilizar o melhor know-how da LG, reunindo uma construção tradicionalmente resistente, hardware de ponta e uma nova melhoria ao já excitante Dual Screen.

Numa era de smartphones foldable que custam uma fortuna, por mais maduros e cativantes que sejam, continuo a ver inúmeras virtudes na opção Dual Screen da LG. É prática, é eficaz, e económica. Começo, por isso, por aí: o LG V60 ThinQ melhora ainda mais a fórmula do LG G8X, oferecendo agora um Dual Screen com ecrã OLED de 6.8 polegadas FHD+, munido de capa Freestop posicionável a 360º que apresenta um novo ecrã exterior de 2.1 polegadas para notificações e informações diversas. O encaixe continua a ser via porta USB-C.

O ecrã principal também apresenta 6.8 polegadas FHD+ com rácio de 20.5:9, mantendo um notch em gota de água para uma câmara selfie de 10MP, e alojando o leitor biométrico. A deteção de gestos do LG G8S parece não ir voltar tão cedo, mas o ecrã é uma proeza técnica, já que a a LG nos diz que, graças à utilização de um painel OLED mais fino, o novo ecrã tem o mesmo peso do utilizado no LG G8X de “apenas” 6.4 polegadas.

Quanto às câmaras, encontramos na face traseira uma câmara principal de 64MP com estabilização óptica de imagem, acompanhada de uma ultragrande angular de 13MP, além de uma câmara ToF. Sem querer perder este comboio, graças ao sensor de 64MP, o LG V60 ThinQ pode gravar vídeos 8K e também em HDR10+ em tempo real. Se estão a pensar neste smartphone para vlogging, gostarão de saber que a LG introduz o Bokeh Vocal (Voice Bokeh), que pretende separar a voz do sujeito do ruído de fundo, um 3D Sound Engine tirando partido dos diversos microfones para optimizar o playback, reconhecendo o som de várias direções.

O melhor processador, autonomia a condizer

Sem surpresas, a LG escolheu o Snapdragon 865. O octa-core pode bem ser o mais cobiçado processador do momento e tem aqui ao seu dispor 8GB de RAM com 128GB ou 256GB de armazenamento interno expansível até 2TB com cartão microSD.

Ponto importantíssimo numa LG que frequentemente fica aquém das aspirações dos seus críticos em termos de autonomia, o LG V60 ThinQ introduz uma massiva bateria de 5000mAh com carregamento rápido QuickCharge 4+ que fornecerá 50% da capacidade com 30 minutos de carga.

Finalmente, o corpo de Gorilla Glass e alumínio está protegido com certificação IP68 e MIL-STD 810G, e os adeptos da marca ficarão descansados por saber que continuamos a ter um Quad DAC de 32 bits com jack de áudio de 3.5mm.

O preço e a disponibilidade ainda não estão acertados, mas o LG V60 ThinQ certamente tem argumentos muito importantes. Não descobrimos nas especificações qualquer referência a uma taxa de atualização de 90Hz, pelo que o mais provável é que não a tenhamos. Em termos de câmaras, a LG também não quis perder tempo com mais câmaras do que há dedos, preferindo manter duas câmaras de prestações sólidas sem gimmicks, e puxando dos seus galões em termos de áudio e qualidade de vídeo. Esta é certamente uma opção que podemos compreender.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here