A última fronteira para os ecrãs LCD é a sua possibilidade de incluírem leitores biométricos sob a matriz, problema que não afeta na mesma dimensão os OLED. E, pese embora o facto de já termos visto diversas marcas a anunciar este tipo de tecnologia, até agora nenhuma realmente chegou ao mercado.

A TCL, que cada vez mais se quer mostrar como uma força dominante no fabrico de painéis LCD e OLED, será agora mais uma concorrente a colocar no mercado – ainda este ano – um painel LCD revolucionário.

A notícia emana da sua subsidiária CSOT, cujos painéis OLED equiparão o Samsung Galaxy M41. A empresa terá desenvolvido um leitor biométrico full screen, que é o mesmo que dizer que ocupará todo o ecrã e permitirá o desbloqueio em segurança com muito mais comodidade. Este será o resultado de mais de 30 patentes e mais de 2 anos de desenvolvimento.

Atualmente, com uma cobertura de 92% do ecrã, a tecnologia já tem uma grande polivalência, mas para o ano que vem a CSOT planeia colocar no mercado uma versão ainda mais evoluída que permitirá a deteção de múltiplos toques.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here