A Xiaomi foi, em tempos, uma das maiores clientes da MediaTek antes da relação esfriar e a Xiaomi optar exclusivamente pela Qualcomm. No entanto, depois de indicações de que a marca Chinesa poderia equipar pelo menos um modelo com o MediaTek Helio P60, um novo Xiaomi com o nome de código Cereus foi avistado no GeekBench com o MediaTek MT6765.

O MediaTek MT6765 ainda não é oficial e a informação disponível baseia-se ainda em rumores mais ou menos informados. O chip deverá ser um concorrente directo do Snapdragon 450, com oito núcleos, possivelmente Cortex A55, e que apresentará a vantagem de ser fabricado numa litografia de 12nm, superior aos 14nm do Snapdragon 450. Esta diferença dará ao MediaTek uma vantagem em termos de eficiência energética, portanto em termos de autonomia.

Um Xiaomi ainda misterioso

Qual poderá ser o modelo final do Xiaomi Cereus? Tendo em conta a vocação budget do MediaTek MT6765, o futuro Xiaomi Cereus será sem dúvida um equipamento budget, da família Redmi. Portanto, as hipóteses dividem-se entre o Xiaomi Redmi 6A ou o Xiaomi Redmi 5X, embora o mais provável seja mesmo um sucessor para o Xiaomi Redmi 6A.

O equipamento detectado no Geekbench mostra estar a correr o Android Oreo 8.1.0, com 3GB de RAM, mas mais nada é possível extrair desta listagem.

É certo que neste momento todos aguardamos ansiosamente por notícias quanto ao Xiaomi Mi 7, mas a Xiaomi tem dado sinais claros de querer manter um alinhamento completo e moderno numa altura em que a concorrência tem vindo a desenvolver opções budget muito interessantes. Com o Xiaomi Redmi 5A oficializado em Dezembro, seria eventualmente muito cedo para já conhecermos um sucessor, mas o mesmo poderia ser dito sobre o Xiaomi Mi Mix 2, certo?

DEIXE UMA RESPOSTA