Embora todos os olhos se encontrem neste momento postos no Xiaomi Mi MIX 3 que a Xiaomi poderá lançar hoje mesmo, eis que surge uma nova peça do longo puzzle do portefólio da Xiaomi na forma do Xiaomi Mi 6s, um dispositivo de gama média propulsionado pelo Snapdragon 835.

Poucas pessoas podem sequer pensar ser capazes de desmistificar os desígnios da Xiaomi quanto à sua oferta de smartphones, e o novo Xiaomi Mi 6s é apenas mais um confuso detalhe na história desta marca em expansão que não conhece limites para a diversidade dos seus equipamentos.

Mais de um ano depois do lançamento do Xiaomi Mi 6 original, sem que se tenham materializado algumas das versões que lhe eram vaticinadas. o Xiaomi Mi 6s recupera o mesmo processador, além de 6GB de RAM, e o Android 9 Pie. Com estas especificações, a Xiaomi entra num mercado que poderá ter sido inaugurado pela LG com o LG G7 One, dispositivo oficializado no final de Agosto com o preço como um dos principais argumentos, mas destacando-se acima de tudo pela presença do Snapdragon 835 a bordo.

O processador octa-core da Qualcomm será ainda hoje um chip bastante potente para quem procura performance, mas encontrando-se definitivamente ultrapassado pelo Snapdragon 845, está definitivamente relegado para outros mercados que não os de gama alta, dispositivos como o Xiaomi Mi 6s permitindo-lhe ganhar nova longevidade nas mãos daqueles com orçamento menos expansivo.

Em termos estéticos, nada sabemos de momento quanto ao Xiaomi Mi 6s, mas tendo em conta e nomenclatura e o processador, não nos surpreenderia se a Xiaomi retomasse o hardware principal e os traços gerais do Xiaomi Mi 6 original, acrescentando-lhe um ecrã modernizado, quiçá com o notch que a marca parece ter tão bem adoptado.

O Xiaomi Mi 6s poderá atacar o mesmo segmento de preço que tem visto o Pocophone F1 obter um grande sucesso, mesmo se à custa do Mi 8. Se o Pocophone aposta num chip poderoso com chassis de plástico, o Mi 6s deverá optar por uma aposta em qualidade de construção e design superior, no mesmo segmento.

Xiaomi Mi Mix 3

Entretanto, é certo que a grande estrela de hoje deverá ser o Xiaomi Mi Mix 3 que deverá ter ainda algumas surpresas para revelar no evento de hoje. O equipamento deverá pontuar por um ecrã completamente bezel-less, graças à opção por uma câmara retráctil no painel traseiro e existe obviamente quem lhe aponte a possibilidade de ser o primeiro smartphone equipado com Snapdragon 855.

A assim ser, o Mix 3 fará certamente história, mesmo face ao Huawei Mate 20 Pro que será lançado amanhã como o primeiro smartphone Android com um processador de 7nm. E digamos que ser lançado com o 855 não está fora de questão, embora com a Qualcomm ainda sem ter anunciado o processador, isto quererá dizer que o Mix poderá não estar imediatamente disponível.

No entanto, há coisas pelas quais vale a pena esperar, certo?

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here