Hoje veiculamos a convicção da MediaTek de que o Redmi Note 8 Pro, o primeiro smartphone equipado com o MediaTek Helio G90T, mudaria a percepção que o público tem da marca. Mais do que a convicção da MediaTek, conta a atitude e no que são excelentes notícias para os programadores, a Xiaomi publicou hoje os códigos fonte do kernel do processador.

Tradicionalmente, a MediaTek dificulta a todos o acesso a estes códigos, prejudicando mesmo as marcas que querem atualizar os dispositivos e não o podem fazer na totalidade sem estes códigos. Os MediaTek eram em boa parte mais baratos por isso, porque francamente eram utilizados em smartphones fire and forget, que é o mesmo que dizer: o que recebem agora é o que ficará para sempre.

Mas os tempos mudam, e com a publicação dos códigos fonte do kernel do Helio G90T, as portas ficam escancaradas para os modders criarem ports e ROMs. É um sinal forte da nova postura da MediaTek e esperemos que seja um exemplo para o futuro.

Segundo o XDA-Developers, a Xiaomi não anunciou a publicação oficialmente e ela parece ter em falta o firmware para o ecrã. A possibilidade é que o upload dos códigos ainda esteja a decorrer e fique completo nos próximos dias.

Poderá o Redmi Note 8 Pro mudar a percepção que o público tem da MediaTek? A MediaTek pensa que sim.

1 COMENTÁRIO

  1. […] Não podemos compreender totalmente porque esperou tanto tempo a Realme para oficializar o Realme XT, considerando as boas especificações que coloca em cima da mesa. Certo é que este equipamento poderá dar dores de cabeça à Redmi, já que apostou no Snapdragon 712, um moderno octa-core fabricado em litografia de 10nm. Entretanto, a Redmi apostou no MediaTek Helio G90T que, embora pareça mais potente, tem ainda contra si a má imagem da MediaTek, algo que – diga-se de passagem – a marca está a tentar mudar. […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here