É extraordinário o que se consegue fazer com a tecnologia atual. Hoje em dia podemos meter dentro de um corpo com menos de 1Kg de peso uma capacidade de processamento impressionante, oferecendo aos profissionais em movimento um portátil fácil de transportar em transportes públicos ou de bicicleta. A HP tem vindo a melhorar a sua linha Pavilion com equipamentos mais elegantes e ambiciosos, revelando agora o mais leve deles todos, o Pavilion Aero 13 com apenas 987g de peso.

É muito difícil olhar para este portátil e reconhecer um Pavilion, algo que já disse do Pavilion 15 e que é cada vez mais verdade. O Pavilion Aero 13 tem linhas limpas e elegantes, e a própria HP reconhece que quer dar-lhe o feeling das linhas Spectre e ENVY. O chassis é de magnésio, o primeiro Pavilion de sempre com este fabrico, e o ecrã levou um impulso na redução dos rebordos, para se tornar o primeiro Pavilion com 90% de rácio de ecrã para o corpo. O painel tem 13.3 polegadas e resolução 2.5K com rácio 16:10. Destaca-se ainda por um brilho de 400 nits e, interessantemente, cobre 100% do espaço de cor sRGB.

Para o interior, a HP apostou nos mais recentes processadores AMD Ryzen que, tipicamente, necessitam de menos refrigeração e são, por isso, ideais para estes portáteis ultrafinos. Teremos como opção máxima um Ryzen 7 5800U com gráfica onboard AMD Radeon. A HP não especificou outras configurações, mas com este tamanho compacto não esperem gráficas dedicadas.

O que não esperariam é uma grande quantidade de portas de entrada. Embora sem revelar estes detalhes, dá para perceber que a HP foi engenhosa, com uma porta USB-A colapsável do lado direito, outra do lado esquerdo, acompanhada de uma porta USB-C e de uma porta HDMI, uma variedade francamente surpreendente. Parece existir igualmente uma versão que ainda acrescenta um leitor de cartões microSD, e não falta o jack de áudio.

O HP Pavilion Aero 13 junta ao peso minúsculo um preço compacto: $749. Estará disponível em Ceramic White, Warm Gold, Pale Rose Gold e Natural Silver. Se o lançamento se dará nos EUA durante o Outono, esperamos para ver mais detalhes sobre a sua chegada à Europa, onde este tipo de preço causará ondas de choque no mercado dos ultraportáteis económicos – que na verdade não são muitos, e precisam-se com esta qualidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here