Com as sanções Americanas ainda sem fim à vista, a Huawei tem feito uma enorme ginástica para manter o pé firme no mundo dos smartphones. O seu próximo lançamento exige algo mais do que ginástica: o P50 deverá continuar a saga da família P, representando o melhor da marca e, por isso, é bom saber que Huawei continua no bom caminho.

E esse bom caminho aponta para um lançamento na primeira metade do ano. Algumas folgas têm sido abertas nas restrições e a Huawei contará com componentes da Samsung ou LG. A maior incógnita será mesmo o processador: as informações apontam para a utilização do Kirin 9000, o potente processador revelado com o Mate 40.

Mas, as encomendas deste chip pareciam não ter sido suficientes para os desejos da Huawei e mesmo Richard Yu disse em tempos que o Mate 40 será o último Huawei com processador Kirin para já. O problema é que mesmo com a Qualcomm a fornecer chips à Huawei, estes só podem ser 4G e isso não chega para o P50. Os números de Kirin 9000 podem então ser algo superiores ao esperado e chegarão eventualmente no P50.

Os restantes detalhes sobre o P50 são ainda mais desconhecidos, mas parece que a produção estará prestes a começar. Será interessante ver o quanto a Huawei consegue apostar neste equipamento de gama alta, depois do lançamento do Mate40, um dispositivo triunfante que mostra como nenhum a perseverança da marca face à adversidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here