O T está de volta, baby! A Oneplus apresentou hoje a evolução do OnePlus 10, introduzindo o Oneplus 10T que apresenta dois argumentos de peso: por um lado a introdução do Snapdragon 8+ Gen 1, por outro o carregamento de 150W. O resultado final é impecável e supera mesmo o OnePlus 10 Pro em alguns pontos.

O Snapdragon 8 Gen 1 não é alheio ao aquecimento excessivo, correndo já por aí o nome Ovendragon, e parece que as marcas estão ansiosas por passar rapidamente para o 8+. O novo Snapdragon deverá oferecer performance muito otimizada e sem o compromisso da temperatura, pelo menos de forma tão acentuada, até porque se faz acompanhar da maior câmara de vapor que a Oneplus alguma vez colocou num equipamento.

O processador terá ao seu dispor uma bateria de 4800mAh com carregamento SuperVOOC de 150W e o carregador de 160W estará disponível na caixa. É uma vantagem sobre os 80W do Oneplus 10 Pro, embora não pareça existir carregamento wireless desta feita.

Há outros pontos onde o 10T perde para o 10 Pro. Começo pelo ecrã, uma unidade OLED FHD+ de 6.7″ com 10 bits de cor e HDR10+, mas não é um painel LTPO2 para taxa de atualização dinâmica. A taxa de atualização máxima, de qualquer forma, é de 120Hz.

Se são fãs de fotografia, as alterações ao departamento fotográfico podem ser mais chocantes, já que se mantém apenas o sensor principal Sony IMX766, e as duas câmaras auxiliares passam a ser duas pedestres de 8MP ultragrande angular e 2MP para macro. Digo pedestres porque são resoluções já banais que não sei se têm lugar num telemóvel de €700. Portanto, perdemos o zoom e a excelente câmara de 50MP ultrawide. À frente também teremos de nos safar com uma unidade frontal de 16MP.

Tudo bem somado, aquilo que parece estar em cima da mesa é um OnePlus 10R melhorado (ao nível do processador e bateria), mantendo-se o mesmo ecrã e departamento fotográfico, com o design do Oneplus 10 Pro.

O Oneplus 10T estará disponível em Moonstone Black e Jade Green, por um preço de €699 para o modelo com 8GB de RAM e 128GB de armazenamento interno, enquanto €799 chegam para o modelo de 12/256. É um smartphone muito interessante, mas os fãs da Oneplus poderão levar a mal a ausência do botão slider que costumava ser tão típico da marca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here