Têm sido dias complicados no mundo da Tesla. Primeiro um funcionário que alegadamente estava a sabotar uma linha de montagem. Depois outro funcionário que teria código a enviar dados confidenciais da Tesla para entidades externas e que andava a divulgar relatórios falsos junto dos media.

Como publicámos ontem, a Tesla decidiu lançar uma acção contra Martin Tripp, o funcionário que supostamente roubou uma série de documentos.

Segundo a Tesla, o funcionário teia invadido o sistema através das estações de trabalho dos seus colegas, de forma a que conseguisse esconder o seu rasto. Depois, enviaria esses dados para terceiros de forma a deturpar alguns dados para os meios de comunicação.

No entanto, chegou a vez de Martin Tripp retaliar, sendo que falou com os meios de comunicação, dizendo que não pretendeu sabotar nada, mas sim denunciar o que se estava a passar:

I am being singled out for being a whistleblower. I didn’t hack into system. The data I was collecting was so severe, I had to go to the media

O que é certo é que é esta situação começa a tomar proporções um pouco drásticas, sendo que a própria Tesla pediu para se investigar, já que um amigo de Tripp teria dito que o mesmo teria ameaçado um tiroteio na fábrica.

Yesterday afternoon, we received a phone call from a friend of Mr. Tripp telling us that Mr. Tripp would be coming to the Gigafactory to ‘shoot the place up.’ Police have been notified and actions are being taken to enhance security at the Gigafactory.

A polícia, no entanto, garante que não há qualquer evidência de ameaça, apesar de garantir que irá continuar a investigar a situação.

Martin Tripp irá no entanto continuar a sua jornada nos media divulgando tudo o que acha que deve divulgar, tendo até entregado ao Washington Post um printscreen de um alegado email trocado com Elon Musk, onde o dono da Tesla o parece ameaçar.

Esta não é a primeira vez que a Tesla tem problemas com os seus funcionários. Estranho, é o facto de uma empresa que apresenta um crescimento tão grande como diz, não ser capaz de manter os seus empregados satisfeitos. Relembramos que nos últimos tempos, foram vários os empregados que relataram problemas, já houve despedimentos em massa, etc. Será interessante perceber até onde irá esta disputa, e que consequências poderão vir a ter no mundo da Tesla.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here