A Fitbit é bem conhecido na indústria de saúde e fitness pelos seus dispositivos populares de monitorização de frequência cardíaca. Embora esses wearables já estejam bastante bem conhecidos no mercado, a Fitbit parece interessada em expandir a sua participação para uma nova base de clientes: diabéticos e pré-diabéticos.

De acordo com a CNBC, a empresa realizou o seu “primeiro investimento de start-up”, canalizando bem mais de 6 milhões de dólares dos seus próprios fundos para uma empresa com o nome Sano.

A startup está a desenvolver um pequeno patch do tamanho de moeda que será capaz de monitorizar o nível de açúcar no sangue ao longo do tempo. Este projecto da Sano ainda precisa de picar o seu utilizador com agulhas minúsculas para obter uma leitura precisa, uma experiência que provavelmente muito pouco agradável para a maioria das pessoas. Dito isto, a Sano afirma que este dispositivo ainda causará menos desconforto do que outras opções no mercado e também será mais barato.

Apesar desta informação, a Fitbit recusou-se a confirmar se este projecto da Sano estará ou não disponível no futuro. Independentemente disso, seria uma jogada inteligente na parte da Fitbit, pois permitiria que alcançassem alguns utilizadores do mercado que estava um pouco esquecida.

Se a empresa optar por avançar com este dispositivo, então terão de se apressar. A Apple já poderá estar a trabalhar numa alternativa semelhante e menos invasiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here