Nos últimos tempos, temos escrito muito sobre o Honor 7X, em boa parte pela confusão já gerada na blogosfera por este equipamento que só agora parece mostrar especificações concretas, cortesia do GeekBench.

Como primeira confirmação obtida via o Benchmark, parece que podemos dizer adeus à presença a bordo do HiSilicon Kirin 670. O chip ainda por oficializar tem, além do mais, um estatuto semi mitológico, e pode ou não chegar ao mercado com as especificações que lhe imputam os primeiros cores custom da Huawei.

Em vez desse chip por confirmar, o GeekBench detectou o já consagrado Kirin 659, o mesmo chip a bordo dos Huawei Nova 2 e Maimang 6/Nova 2i. Este octa-core fabricado em litografia de 16nm conta com 8 núcleos Cortex-A53 numa configuração bigLITTLE, onde os quatro núcleos mais performance possuem uma frequência máxima de 2.36GHz. No caso do Honor 7X, o Kirin será acompanhado ainda de 4GB de RAM.

geekbench

As pontuações obtidas, especificamente os 909 pontos single-core, comparam-se favoravelmente com chips como o Snapdragon 626, o que coloca o Honot 7X firmemente na gama média, mais acima do segmento de mercado que o seu antecessor, o Honor 6X.

Tudo se revelará a 11 de Outubro

Será já no dia 11 de Outubro que deveremos assistir à oficialização do Honor 7X, dissipando-se por então todas as dúvidas que ainda possam subsistir. Espera-se que o dispositivo ofereça uma base concorrencial ao novo Xiaomi Mi A1 e à sua versão original, o Xiaomi Mi 5X.

Se bem que as suas especificações totais ainda se encontrem por oficializar, é certo que o Honor 7X recorrerá a duas câmaras principais, adivinhando-se igualmente uma construção integralmente em metal e um ecrã FHD de 5.93 polegadas com proporções 18:9. É precisamente o que a TENAA parece já ter certificado, mostrando ainda opções de armazenamento de 64/128GB

O Kirin 670 poderá agora estar descartado definitivamente, contudo poderá ainda haver alguma esperança, já que existirão dois modelos do Honor 7X, um com o código BND-AL10 e outro com o código BND-TL10. O que distinguirá ambos os equipamentos é algo que estará ainda sujeito a confirmação, mas é certo que a não confirmação do Kirin 670 poderá esfriar em boa medida as expectativas dos utilizadores.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here