Estamos a pouco mais de uma semana do lançamento do Honor Note 10 e as mais recentes especificações validadas pela TENAA mostram um colossal dispositivo que reúne um ecrã maior que o normal, ao hardware mais potente que a Huawei consegue mobilizar.

Certo, o epíteto de “o maior” pode ser exagerado, já que o Xiaomi Mi Max 3 mobiliza um ecrã de 6.99 polegadas, enquanto a TENAA mostra que o Note 10 terá um ecrã de 6.95 polegadas, mas o que são 0.05 polegadas entre polegares, certo?

O facto deste ecrã possuir um ecrã de 18.5:9 pode indiciar um notch a bordo, embora tal não esteja confirmado.

Quanto ao hardware, embora a listagem revele apenas um octa-core a 2.4GHz, é altamente provável que a Huawei volte a apostar no Kirin 970, desta feita com um máximo de 8GB de RAM e até 512GB de RAM, o que catapulta o Honor Note 10 definitivamente para o território premium de gama alta onde será um concorrente muito interessante para o Huawei Mate 10 Pro. Mas com uma vantagem de peso: o Note 10 terá uma bateria de 4900mAh, quase 20% mais do que os 4000mAh do Mate 10, para uma autonomia difícil de bater.

Chegados ao departamento das câmaras, a Huawei optou por uma parelha de câmaras principais de 16MP e 24MP, ambas com abertura de f/1.8, além de uma câmara frontal de 13MP. É expectável que as câmaras cheguem com uma implementação completa das capacidades de inteligência artificial que a Huawei tem vindo a disseminar por todos os equipamentos com Kirin 970, tal como reconhecimento de cena e embelezamento.

Embora o dispositivo esteja já disponível para reserva no JD.com, só no dia 31 de Julho deveremos conhecer os preços, versões e disponibilidade. O último Honor Note foi o Note 8 de 2016, por então um bom rival para o Mate 8 que superava em diversos pontos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here