O Nokia 9 PureView é o smartphone pelo qual não queríamos ter que esperar, mas os ditames da HMD Global Oy catapultaram-no para 2019, uma decisão que não só deixou muitos fãs da marca descontentes, como colocou o Nokia 9 directamente no caminho dos futuros gigantes da Huawei, Samsung ou Xiaomi. Talvez por isso um novo rumor aponte para a possibilidade do PureView receber um lançamento adiantado já em Janeiro.

Talvez mais importantes sejam os novos renders e vídeo 360º do Nokia 9, produzidos pelo consagrado @OnLeaks que tem geralmente a capacidade para acertar na mouche. Por isso, é altamente possível que estes renders representem muito bem o que será o resultado final dos esforços da Nokia na concepção do Nokia 9, cuja principal característica será mesmo a presença de cinco câmaras.

É fácil compreender porque é que o Nokia 9 tem levado tanto tempo a desenvolver-se: cinco câmaras não são fáceis de integrar, num ano em que já nos parece extraordinário encontrarmos quatro câmaras num smartphone e três câmaras principais parecem ser a norma. Cinco sensores ocupam simplesmente bastante espaço e a Nokia parece ter deslocado o leitor biométrico para o próprio ecrã.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este será uma unidade de 5.9 polegadas QHD+ que não parece vir equipado com nenhum notch, felizmente! Mas, se o autor estiver correto quanto ao hardware geral do Nokia 9, não teremos um jack áudio. Nem tudo é mau: uma bateria aparentemente de 4150mAh poderá ser carregada de forma wireless.

 

Neste momento não há surpresas quanto ao processador: tendo em conta que este smartphone está em desenvolvimento prolongado, o processador de eleição será o Snapdragon 845 com até 8GB de RAM. O 845 não ficará vergonhoso da noite para o dia e neste momento é um processador capaz de aguentar perfeitamente as cargas mais pesadas no mundo Android. No entanto, o Nokia 9 terá dúbia honra de ser um dos últimos smartphones de gama alta a ser anunciado após a oficialização do Snapdragon 8150. LG e HTC já arriscaram smartphones com chips de geração anterior e não se saíram particularmente bem.

Claro que, no caso do Nokia 9, o maior chamariz será mesmo a presença das cinco câmaras e não podemos realmente focar-nos no processador, já que neste caso não definirá de todo o equipamento. Talvez por isso seja curioso que os novos renders não mostrem qualquer sinal da marca PureView, até agora associada sempre ao Nokia 9. O que está a HMD a tramar?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here