A Qualcomm é um nome mais conhecido do que muitas marcas. Os Snapdragon tornaram-se um símbolo da evolução dos smartphones, de equipamentos básicos a máquinas de processamento capazes de encaixar toda a nossa vida no seu interior. A Qualcomm tornou-se efetivamente dominante no mundo mobile, empurrando para o esquecimento muitos concorrentes, mas nunca ultrapassou uma barreira que agora se prepara para passar: ter o seu próprio smartphone.

Segundo o Digitimes, a Qualcomm deverá associar-se à ASUS para conceber e comercializar um smartphone em nome próprio, colocando no seu centro o futuro Snapdragon 875. A ideia será que a ASUS venderá uma versão, a Qualcomm outra, mas mantendo um núcleo comum de especificações e com foco no gaming.

Claro que a Qualcomm tecnicamente já tem smartphones, mas falamos apenas de protótipos e demonstradores, sendo a produção de um modelo em série toda uma novidade. É um caminho semelhante ao da Google quando decidiu criar os seus Pixel, e tem um potencial interessante para criar um novo player no ecossistema dos smartphones de jogos. Assumindo, claro, que de parte das restantes marcas não haverá um certo desconforto por um parceiro ser também um concorrente. Não é uma situação nova no mundo dos smartphones.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here